Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Família e amigos distribuem cartazes para encontrar estudante de medicina veterinária desaparecido

Desde o desaparecimento, a Polícia Civil realiza investigações, mas até agora não existe nada de concreto sobre o caso

Fabyo Cruz

Os familiares e amigos do estudante do 5º semestre de medicina veterinária Bruno Rafael Damasceno de Barros, 29 anos, que está desaparecido desde o último sábado (6), distribuíram vários cartazes pelo bairro 40 Horas, em Ananindeua, na manhã desta quarta-feira (10), com apelo para que a comunidade ajude a encontrar o jovem. Desde o desaparecimento, a Polícia Civil realiza investigações, mas até agora não existe nada de concreto sobre o caso.

A angústia e as incertezas deles aumentam a cada hora que passa. Desde então, a família não consegue contato por meio do celular nem informações que possam levar ao paradeiro de Bruno. Na tentativa de encontrá-lo, amigos e familiares do estudante enfrentam uma verdadeira saga. Entre as estratégias tomadas, estão a distribuição de cartazes com a foto dele aos moradores e pregados em alguns locais do bairro.

VEJA MAIS 

Estudante desaparecido: Polícia Civil analisa imagens das câmeras de segurança de residencial
O condomínio está localizado próximo ao final da linha de ônibus onde o estudante foi visto pela última vez

Estudante de medicina veterinária desaparece em Belém e familiares pedem ajuda
O jovem foi visto pela última vez em por volta de 5h48 do último domingo (7). Bruno foi visto vestindo uma calça jeans, camisa preta e tênis

Mais de mil cartazes foram confeccionados pelos colegas do curso de medicina veterinária da Ufra (Enviado à redação de O Liberal)

Silvâni de Barros, 42 anos, mãe de Bruno, contou que mais de mil cartazes foram confeccionados pelos colegas de turma e uma professora do curso de medicina veterinária da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra). “Eles vieram cedo para cá, e nós saímos para distribuir os cartazes. Fomos até o final da linha do ônibus 40 Horas, onde ele foi visto pela última vez. Colamos os cartazes em alguns ônibus e agora aguardamos pela chegada da delegada”, disse a mãe do jovem.

Relembre o caso

Bruno Rafael Damasceno de Barros, 29 anos, foi dado como desaparecido no último sábado (6), por volta de 19h, em Belém. Entrentando, ele foi visto pela última vez em registros de câmeras de vigilância às 5h48 do último domingo (7), em um restaurante localizado na avenida Marquês de Herval, no bairro da Pedreira. Bruno faz o curso voltado para a saúde animal na Ufra.

Os familiares ainda tentaram localizar mais uma vez Bruno pelo rastreio do telefone, mas não conseguiram. O último paradeiro do jovem foi em Ananindeua. A família suspeita que tenha sido por conta da bateria do celular de Bruno ter descarregado, por não ter mostrado a exata localização. Um boletim de ocorrência foi feito pela mãe de Bruno na 18ª Seccional Urbana de Marituba. Qualquer informação sobre o jovem pode ser repassada para o número (91) 98406-1016. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA