Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

"Estamos desesperados", diz irmã do professor que desapareceu junto com a esposa há quatro dias

Nelma Ribeiro conta que a última informação recebida pela família do professor Nielson Ribeiro foi que ele e a esposa, Chen Mei Yin, foram vistos no município de Breu Branco

João Paulo Jussara

"Nós estamos todos desesperados. Qualquer informação é muito preciosa". O relato é de Nelma Ribeiro, irmã do professor da Universidade Federal do Pará (UFPA) Nielson da Paixão Ribeiro, que desapareceu no último domingo (23), junto com a esposa, a auxiliar administrativa Chen Mei Yin, durante uma viagem de carro entre o município de Altamira, no sudeste do Pará, e a capital, Belém. Quatro dias após o desaparecimento do casal, a família continua em busca de informações que possam ajudar na localização deles.

[Atualização: no começo da tarde desta quinta-feira (27), os corpos do professor e da auxiliar administrativa foram achados em um trecho perto da estrada]

Leia mais:
Veículo do casal desaparecido foi visto em peixaria em Tucuruí
Após mais de 72 horas, professor da UFPA e esposa seguem desaparecidos
Professor da UFPA e esposa desaparecem em viagem de Altamira para Belém

De acordo com Nelma, a última informação recebida pelos familiares do professor foi que ele e a esposa foram vistos no município de Breu Branco, distante cerca de 77 quilômetros de Tucuruí, no sudeste paraense. A informação foi repassada pela Polícia Civil. "Se sabe que eles passaram de Tucuruí e entraram na cidade de Breu Branco. A polícia informou que há uma imagem do carro em um posto de conveniência na saída do município", contou a irmã do professor.

Carro do professor, modelo HB20, foi captado pela câmera de segurança de um posto de gasolina localizado na saída do município de Breu Branco (Divulgação)

Ela afirma que "muita coisa está passando" na cabeça da família neste momento, e cobra mais empenho das polícias. "A gente fica sem saber o que está acontecendo, se eles averiguaram alguma coisa nova. São quatro dias. Estamos todos desesperados", relatou.

"Muita coisa está passando na cabeça da família. A gente fica sem saber o que está acontecendo, se eles averiguaram alguma coisa nova. São quatro dias. Estamos todos desesperados", diz Nelma, irmã do professor Nielson

Nelma pede que as pessoas continuem compartilhando as publicações sobre o caso e os contatos para qualquer tipo de informação que possa ajudar na localização do casal. "O carro é um HB20, minha cunhada é oriental e meu irmão é alto e branco. Quem souber qualquer coisa, entre em contato com a família ou com a polícia. Quem tiver câmera de segurança, dê uma olhada se o carro não passou pelo local, principalmente ali na região de Goianésia. Qualquer informação é muito preciosa", finaliza.

A família do casal pede que qualquer informação sobre eles ou as circunstâncias do desaparecimento seja repassada aos números (91) 98212-6069, (93) 99121-5632, e (91) 99275-0780. Informações que podem ajudar na investigação também podem ser repassadas ao Disque-Denúncia (181) ou ao Centro Integrado de Operações (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA