Dona de bar é morta a tiros dentro de seu estabelecimento

Dois homens em uma motocicleta teriam passado em frente ao estabelecimento e disparado contra a dona

Redação Integrada

Na madrugada desta quarta-feira (01), Fernanda Bento da Silva foi morta a tiros dentro de seu bar de Pacajá, município pertencente à Mesorregião do Sudoeste Paraense. Ainda não se sabe o que pode ter servido de motivação ao crime, mas há a suspeita de que a vítima tenha sido morta em um "acerto de contas" ligado ao tráfico de drogas.

Nos curta no Facebook para acessar as principais notícias do dia, lives e promoções. Clique aqui

A 23ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), com sede em Novo Repartimento, informou que o crime foi pouco depois da meia-noite, no Bar da Fernanda, que fica Rua Beira Rio, bairro Alto Bonito. Duas testemunhas que estavam no estabelecimento no momento do crime falaram com os policiais e contaram que os responsáveis pela morte de Fernanda foram foram dois homens em uma motocicleta modelo Honda Bros. Eles passaram pela frente do bar e, diminuindo a velocidade, o homem que vinha na garupa do veículo disparou contra a proprietária. Ela caiu no chão com ferimentos de bala no abdome e morreu em instantes, antes que pudesse ser socorrida. 

Os militares isolaram a área e acionaram a Polícia Civil, que foi ao local para colher relatos para o registro da ocorrência. Ao telefone, a Delegacia de Pacajá confirmou que a vítima já tinha algumas passagens pelo sistema penal pelo crime de tráfico de drogas, e é investigado se a execução tem ligação com esse fato.

O corpo de Fernanda foi removido e levado ao  Núcleo Avançado de Tucuruí do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. O caso é investigado pela Delegacia de Pacajá, subordinada à Superintendência Regional do Lago de Tucuruí (9ª região) e, até o momento, a Polícia Civil não tem a identificação de nenhum suspeito de ter cometido o crime.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA