Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Criminosos usam bloqueadores de alarme para furtar veículos; um suspeito foi preso

O crime tem sido realizado no município de Parauapebas, no sudeste paraense

Tay Marquioro

Bloqueadores de alarmes veiculares estão sendo utilizados por criminosos da região sudeste do Pará. O alerta é da Polícia Civil, por meio da 20ª Seccional Urbana de Parauapebas. No último fim de semana, a Polícia Civil prendeu em flagrante um homem suspeito de furtar objetos de dentro de um veículo. O automóvel estava estacionado próximo à Praça Mahatma Gandhi, no bairro Cidade Nova, em Parauapebas. Na mochila do suspeito, os policiais encontraram o pequeno equipamento, semelhante a um rádio de baixa frequência, que era utilizado pelo homem para bloquear o sinal de alarmes veiculares.

Com esse aparelho, uma pessoa pode impedir que o condutor trave seu automóvel e, com isso, furtar o veículo sem que nenhum alarme seja emitido. Uma vez acionado, o bloqueador emite um sinal simultâneo com o sinal do controle na chave, não deixa as portas travarem e o automóvel fica vulnerável. Dessa forma, basta que o condutor se distancie do veículo para o criminoso abrir a porta tranquilamente e furtar, sem dificuldade, qualquer item que tenha sido deixado no interior do carro. Em muitos casos, o próprio automóvel é levado.

Essa modalidade de furto tem sido mais frequente em áreas de grande circulação, avenidas com maior fluxo de veículos estacionados, em geral, próximo aos principais centros comerciais. Uma vez capturados, os suspeitos podem responder por furto qualificado, com pena de até oito anos de reclusão. Para os proprietários e condutores de automóveis em geral, a orientação da Polícia Civil é sempre conferir as maçanetas do veículo, a fim de confirmar se as portas, de fato, foram travadas com o acionamento do alarme. Também é recomendado não deixar objetos de valor à vista, no interior do automóvel

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA