Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Casal de empresários envolvidos na morte de professora Nice é preso no Moju

Adval Portugal e a esposa, cuja identidade não foi informada, foram detidos em casa, no bairro Paraíso

Ana Carolina Matos

Um casal de empresários acusados de serem mandantes do assassinato da professora Nice Medeiros, no Moju, foi preso no início da tarde desta terça-feira (22), na região do Baixo Tocantins. Adval Portugal e a esposa, cuja identidade não foi informada, foram detidos em casa, no bairro Paraíso. O cumprimento dos mandados de prisão preventiva expedidos pelo juízo da localidade foram cumpridos pela Polícia Civil com apoio da Polícia Militar.

A ordem judicial é resultante de investigação policial conduzida pela Delegacia de Polícia de Moju, que após colheita de elementos de materialidade e de autoria, acolheu representação formulada pela Autoridade Policial da cidade. O casal foi preso durante a operação "Festas Seguras", realizada pela Diretoria de Polícia do Interior (DPI) e que contabilizou 131 prisões de 11 a 22 de dezembro.

"A Polícia Civil reuniu elementos de prova e hoje, dez dias após o conhecimento do fato, os empresários mandantes do crime foram presos preventivamente. As investigações seguem em andamento para identificação dos demais envolvidos na trama delituosa", explicou o delegado-geral de Polícia Civil do Pará, Walter Rezende.

Sobre o caso

A professora Maria Eunice Nunes de Medeiros, de 42 anos, desapareceu no dia 11 de dezembro, após sair de casa por volta das 14 horas para uma cobrança. No mesmo dia, o carro da vítima foi encontrado abandonado próximo a um cemitério. O sumiço da educadora, que trabalhava com empréstimos de dinheiro, gerou grande comoção no município e rapidamente amigos e familiares iniciaram uma campanha para encontrá-la, por meio da redes sociais. 

O corpo da vítima foi encontrado enterrado em uma cova rasa no dia 14 de dezembro, em uma área na zona rural de Moju. A confirmação de que o cádaver era da professora ocorreu na noite do dia 15 e foi feito pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC). Nice não era casa e não deixou filhos.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA