Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

113 pessoas são presas e seis estabelecimentos são fechados durante fiscalizações da Polícia Civil no fim de ano

De 24 de dezembro de 2021 até 03 de janeiro de 2022, 96 estabelecimentos foram fiscalizados, seis fechados, oito advertidos e 12 intimações realizadas

O Liberal

Equipes da Divisão de Polícia Administrativa (DPA) e Divisão de Polícia Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa), da Polícia Civil do Pará fiscalizaram 96 estabelecimentos comerciais, de 24 de dezembro até esta segunda-feira (03), sendo que seis deles foram fechados: cinco na Ilha de Mosqueiro e um em Salinópolis. As fiscalizações tiveram o objetivo de monitorar estabelecimentos comerciais e vias públicas, como ação de combate à poluição sonora e verificação de alvará de licenciamento.

Durante os procedimentos, as equipes da Polícia Civil constataram que cinco estabelecimentos da Ilha de Mosqueiro, em Belém, não estavam com o documento de licenciamento regularizado, e em um deles também foi constatado o crime de poluição sonora. Já em Salinópolis, na região nordeste, apenas um dos locais fiscalizados não apresentou o registro para funcionamento. Os proprietários foram intimados para comparecimento à unidade policial e regularização da documentação. Ao todo, 96 estabelecimentos foram fiscalizados, seis fechados, oito advertidos e 12 intimações realizadas. 

Segundo o delegado-geral, Walter Resende, a atuação é uma das frentes de trabalho da Polícia Civil durante a segunda fase da operação "Festas Seguras”. “A Diretoria de Polícia Administrativa (DPA) atuou com equipes fiscalizando estabelecimentos comerciais referentes ao alvará de funcionamento e licenças municipais em conjunto com agentes da Demapa, que fiscalizaram a incidência de poluição sonora originada de estabelecimentos particulares ou estabelecimentos diversos, além de vias públicas, desenvolvendo trabalho integrado de natureza educativa, preventiva e repressiva”, explicou Resende.

Além dos estabelecimentos, os agentes da Polícia Civil percorreram orlas e principais avenidas com maior fluxo de pessoas e veículos, fazendo a orientação e solicitando, principalmente, para aqueles que estavam próximos a residências que se realocassem e ajustassem o volume dos aparelhos de som. 

Operação Festas Seguras 2021

Além das fiscalizações integradas, a Polícia Civil reforçou o efetivo nas Delegacias de Salinópolis, Marudá, Barcarena, Bragança, Mosqueiro e Outeiro visando agilizar o atendimento a população e atender as demandas apresentadas por agentes de órgãos como Departamento de Trânsito (Detran) e Polícia Militar (PM). 

“Realizamos um trabalho integrado e por meio da união de todos os órgãos, estamos levando segurança a cada região do estado, como nas festas de final de ano, dando às famílias a oportunidade de se divertir com segurança. Todas as ações ocorreram dentro do que foi planejado e executado. Reforçamos que assim, o Governo do Estado está presente em todas as regiões. As operações das festas de fim de ano se encerram, mas nós da Segurança Pública vamos continuar atuando diariamente servindo a população paraense e garantindo a tranquilidade neste novo ano”, afirmou o delegado-geral Walter Resende. 

Balanço

Do dia 24 de dezembro, início da Operação, até esta segunda-feira (03), foram contabilizados 591 boletins de ocorrência, 101 prisões efetuadas, 33 pelo crime de alcoolemia. Também foram cumpridos 12 mandados de prisões expedidos pela Justiça e 144 inquéritos instaurados. As ações de fiscalização encerraram nesta segunda-feira (03).

“Tivemos um crescente número de registros de ocorrência, contudo, poucos casos graves. Na Ilha de Mosqueiro, no geral foram cinco casos de roubo, alguns furtos e três ocorrências de acidente de trânsito sem vítima fatal, sendo uma pessoa autuada por alcoolemia. No geral foi tranquilo e sem muita intercorrência, acrescentando o trabalho que já estamos desenvolvendo aqui na Ilha.”, informou o titular da Seccional de Mosqueiro, delegado Heitor Magno.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA