UFRA, Unifesspa, Ufopa e IFPA terão resultado dia 28. UFPA segue sem previsão

UFPA e UEPA não participam do Sisu. Estadual já confirmou listão para o dia 29

Victor Furtado

Cinco instituições já têm data marcada para saber os nomes dos calouros. No dia 28, pela primeira chamada regular do Sistema de Seleção Unificado (Sisu), será o dia de festejar para quem escolheu a UFRA, a Ufopa, a Unifesspa ou o IFPA para estudarem. No dia 29, a UEPA lança o listão do processo seletivo interno, que usa as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A UFPA também fez um processo seletivo interno, mas ainda não deu qualquer previsão de resultado.

A UFRA está ofertando 2.190 vagas. Na Unifesspa, há 1.450 vagas. A Ufopa tem 1.307 vagas. O IFPA tem 776 vagas. No processo seletivo próprio, a Uepa ofertou 3.656 vagas. A UFPA ofertou 7.143 vagas, sendo 3.449 disputadas pela ampla concorrência, 3.503 pelo sistema de cotas e também 191 vagas extras, ofertadas exclusivamente para pessoas com deficiência (PcD).

Para as três instituições que farão seleções pelo Sisu, resta uma incerteza: se o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não farão qualquer nova intervenção no Enem. No último final de semana, o ministro da Educação, Abraham Wieintraub, reconheceu que houve erros nas correções de provas e havia inconsistências em notas.

Essa declaração, apesar de uma força-tarefa ter sido montada pelo MEC, para corrigir todos os erros identificados, foi suficiente para que o Ministério Público Federal (MPF) recomendasse a suspensão das inscrições no Sisu, que encerram neste domingo (26). E revisão completa das notas do Enem 2019, até que houvesse total segurança nos resultados. Há ações nas Procuradorias da República de quase todos os estados. Até esta quarta-feira (22), havia duas no Pará.

Com a Uepa, a UFPA e a Ufopa mantendo processos seletivos próprios, a cultura paraense de vestibular se mantém: cidades atentas às rádios; festas em cada esquina; Pinduca cantando "Alô-alô-alô, papai. Alô, mamãe"; fogos explodindo como se fosse Ano Novo ou Re-Pa; e trotes nas sedes das universidades, com os listões sendo pendurados. Com o Sisu, parte dessas tradições sumiram ou foram ressignificadas.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM PARÁ