Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Tia Iane diz que faz a diferença com o tacacá servido em 'cuia gigante'

A generosidade da cuia da Tia Iane, fez o negócio virar referência na cidade

Ândria Almeida

No município de Santarém, região oeste do Pará, a banca de Tacacá da Tia Iane faz o maior sucesso entre os muitos moradores e visitantes da cidade. Isso porque a iguaria de origem indígena preparada com caldo de tucupi, goma de tapioca, folha de jambu e camarões, é vendida em uma versão que é o triplo do tamanho tradicional. 

A tia Iane, conta que a ideia de oferecer a  cuia de tacacá “gigante” veio da necessidade de fazer a diferença no mercado que é bastante competitivo; já que a iguaria é bastante apreciada, sendo uma das principais da Amazônia. 

“Sempre pensei que no dia que eu fosse vender tacacá, seria diferente, com uma cuia bem grande e bastante camarão. Queria atender da maneira que gostaria de ser atendida”, enfatizou.

A empreendedora conta que para abastecer as cuias diariamente, são comprados dois carotes com 20 litros de tucupi, cada. E para acompanhar o tucupi, são comprados 6kl de camarão diariamente. No final de semana, esse número sobe para 10kl devido ao maior movimento na banca. 

Clientes garantem que a cuia é da vontade do cliente de tomar tacacá (Ândria Almeida)

A generosidade da cuia da Tia Iane, fez o negócio virar referência na cidade. Quem vai apreciar a bebida aproveita para provar as outras comidas típicas do local, como vatapá, Mungunzá, croquete de macaxeira, coxinha, farofa de piracuí com banana, salada de frutas, banana frita e risole.

O pedagogo Vagner Fernando é cliente do local há bastante tempo. Ele conta que vem sempre com a família. “É um tamanho family, fomos nós três para secar a cuia. Essa cuia já se tornou referência, sempre estamos por aqui. É uma missão que só nós paraenses conseguimos. Para secar eu divido com a família. É uma cuia para se compartilhar”,  contou.

Já o casal de frequentadores assíduos da banca, Apolo Ferreira Castro e Claudia Alves, a cuia é tamanho de vontade de tomar o tacacá.Eles contam que cada um toma a sua cuia, nem pensar em dividir.”É uma cuia para cada, damos conta do recado. O tacacá é super gostoso, o melhor de Santarém”, contou Apolo Ferreira.

Tia Iane virou um tipo de celebridade entre os clientes, que fazem questão de tirar fotos com a simpática vendedora e a cuia gigante de tacacá. 

Desemprego gerou empreendedorismo

Tia Iane trabalhava com serviços gerais, mas sempre nutriu o sonho de começar um negócio próprio na venda de tacacá, que é uma paixão dela. A oportunidade veio quando tia Iane perdeu o emprego. 

Iane trabalhava sozinha e hoje gera 7 empregos diretos (Ândria Almeida)

“Eu pensava em vender tacacá, mas sempre dizia que o dia que eu fosse vender, seria diferente, não seria como as cuias pequenas que vendem na cidade”, relatou. 

Pandemia trouxe nova perspectiva 

No início do negócio, a Tia Iane trabalhava sozinha, mas com a chegada da pandemia, o desemprego atingiu os seis familiares que moram com ela. A solução encontrada foi aumentar a produção e envolver toda a família no trabalho.

“Foi a época que tudo parou. Não teve outro jeito, mas Deus sempre tem os seus propósitos. Encontramos na crise uma nova forma de sobrevivência”, enfatizou.
Para se adaptar às normas do início da pandemia, Tia Iane com o reforço da família montou o drive tur do tacacá. Ela conta que a ideia deu super certo e não só conseguiu fidelizar os clientes como conquistar novos. 

“Muita gente procurou na pandemia e virou cliente. Já recebi até gente de fora do país aqui”, disse.

Hoje, a banca de tacacá é a fonte de renda da família que envolve o trabalho de 7 pessoas.

A cuia sai no valor de R$ 20. Diariamente são vendidas 40 cuias, já no final de semana são 70. 

A banca da Tia Iane funciona há aproximadamente 4 anos, localizada na avenida Muiraquitã, número 68, bairro do Aeroporto Velho. O lugar funciona de terça a domingo no horário das 16h às 21h.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ