Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pará registra queda de 27% no desmatamento em florestas de gestão estadual

Dados da Semas dão resposta a estudo do Imazon que aponta aumento generalizado do desmatamento no Pará

Fabyo Cruz

Em junho deste ano, o Pará registrou uma queda de 27% no desmatamento em áreas estaduais, em comparação ao mesmo período de 2020. Os dados são da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). Os números apontam para uma diminuição de 548,51 km² de área desmatada ano passado, para 438,42 km² de desmatamento em junho de 2021. Essa redução ocorre nas áreas de gestão estadual das florestas.

"A diminuição nas aéreas estaduais é reflexo direto do aumento em mais de 1000% do corpo de funcionários de fiscalização e da Operação Amazônia Viva, que embargou mais de 206 mil hectares de terra com desmatamento ilegal e apreendeu mais de 7.831 m³ de madeiras exploradas de forma ilegal e maquinários utilizados nos crimes ambientais. A Semas ressalta ainda que o Pará tem 65% do território composto por terras federais, nos quais a responsabilidade de ações de combate a crimes ambientais é do Governo Federal", diz a nota.

O posicionamento é uma resposta ao estudo do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), que aponta que a região perdeu em junho deste ano uma área de floresta de 926 km², território quase três vezes maior do que a cidade de Fortaleza. Com isso, o desmatamento acumulado nos últimos 11 meses, de agosto de 2020 até junho de 2021, chegou a 8.381 km². Isso significa um aumento 51% em relação ao período de agosto de 2019 a junho de 2020, que somou 5.533 km² de devastação. Os dados são do Boletim do Desmatamento de Junho de 2021

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ