Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pará cria 10 mil vagas com carteira assinada em junho de 2022 

De janeiro a junho, Estado acumula saldo positivo de quase 25 mil postos formais

O Liberal

O Pará se destaca na geração de empregos formais neste ano de 2022. No acumulado de janeiro a junho, o Estado registra saldo positivo de quase 25 mil novas vagas de trabalho. Nos últimos 12 meses, ou seja, de julho/2021 a julho/2022, o crescimento do emprego formal também tem um saldo positivo de quase 55 mil novos postos de trabalho.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados, nesta quinta-feira (28), pelo Ministério do Trabalho e Previdência. O levantamento nacional mostra uma retomada econômica no Pará, já que no comparativo entre admitidos e desligados, em junho deste ano, o Estado voltou a apresentar saldo positivo de empregos formais.

Setores mais expressivos

Entre os segmentos, o destaque para a geração de vagas, em junho deste 2022, está entre os setores da construção civil, serviços e agropecuária. De acordo com a pesquisa divulgada nesta quinta-feira, o mês de junho de 2022 apresenta o crescimento de 1,18% do saldo de empregos de carteira assinada em relação ao mês de maio. E o crescimento acumulado do saldo de empregos no ano de 2022 é de 3% em relação ao estoque de empregos formais no ano de 2021.Dos 144 municípios paraenses, 112 têm saldo de empregos positivo em junho de 2022, enquanto 25 municípios; saldo negativo; e 7 municípios obtiveram saldo zero.

O economista Mário Tito, professor doutor da Universidade da Amazônia (Unama), observa que é preciso ter cautela frente aos dados, que precisam ser entendidos à luz das variáveis macroeconômicas principais, como as taxas de inflação, emprego e desemprego, valor do produto interno bruto e estabilidade.

"São dados positivos porque você tem saldo líquido de empregos no mercado, mas precisamos fazer considerações mais estruturais", afirmou. Ele acrescentou que massa salarial média é baixa no País, e no Pará não é diferente. "O salário médio está abaixo de R$ 2 mil, e é importante perceber se este incremento no emprego, que é interessante, será estável ou não, considerando um médio prazo", ponderou o economista que é também coordenador do curso de Relações Internacionais da Unama.  

Os 10 municípios paraenses que mais geraram postos de trabalho, em Junho/2022:

Belém 1.644

Parauapebas 1.094

Ananindeua 572

Marabá 471

Canaã dos Carajás 443

Óbidos 416

Barcarena 358

Santarém 351

Paragominas 326

Anapu 316

*Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados, nesta quinta-feira (28).

Ainda, com base nos dados do Caged, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese Pará) analisou a flutuação do emprego formal nos demais Estados da Região Norte. Em junho, deste ano, todos os Estados do Norte apresentaram saldos positivos de empregos formais, com destaque para o Estado do Pará, com a geração de 9.833 postos de trabalho.

Logo após o Pará, estão o Amazonas com a geração de 5.235 postos de trabalhos; Rondônia, 2.501 postos de trabalhos; Tocantins, 1.621 postos de trabalhos; Acre, 1.192 postos de trabalhos; Amapá, 869 postos de trabalhos; e Roraima, 529 postos.

Conforme o Dieese, em junho de 2022, na Região Norte foram feitas 94.524 admissões contra 72.744 desligamentos, gerando um saldo positivo de 21.780 postos de trabalhos formais.

Na análise geral do Dieese sobre a geração de empregos formais no Pará, no primeiro semestre deste ano, isto é, entre janeiro a junho, o saldo é positivo no comparativo entre admitidos e desligados.

O Departamento aponta 208.763 admissões contra 183.904 desligamentos, um saldo positivo de 24.859 postos de trabalhos. No mesmo período de 2021, o Pará também apresentou crescimento de empregos formais, só que o saldo foi bem maior que o verificado este ano, com 200.917 admissões, contra 158.338 desligamentos, um saldo positivo de 42.579 postos de trabalhos.

Todos os grandes setores da economia paraense apresentaram saldo positivo:

                               Admissões             Desligamentos        Saldo positivo 

Construção Civil -  (8.019)                    (4.577)                     3.442

Serviços              -  (12.571)                  (9.651)                     2.920

Agropecuária       -  (3.707)                    (2.264)                    1.443

Comércio             -   (9.329)                   (8.198)                    1.131

Indústria               -  (4.420)                    (3.523)                       897

Total                     -   (38.046)                  (28.213)                  9.833

*Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados, nesta quinta-feira (28).

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ