Monitoramento atesta balneabilidade em praias de Santarém

As praias do Muretá, Ponta de Pedras, Pajuçara, Maracanã e Alter do Chão foram classificadas como próprias e excelentes

Redação Integrada com informações de Agência Santarém

Foi divulgado o 9º Boletim de Monitoramento da Balneabilidade das Praias da orla fluvial direita do Rio Tapajós no município de Santarém. As pesquisas, acompanhadas pela Prefeitura, apontam que as praias santarenas continuam apresentando conceito "próprias/excelentes" para banho. Os testes são referentes à etapa de coletas realizadas em setembro deste ano.

As praias que passaram pelos estudos são consideradas de maior fluxo de banhistas na cidade. Ao todo, onze pontos ao longo da orla foram estudados. (Júlio Cesar Antunes / Agência Santarém)

As praias que passaram pelos estudos são consideradas de maior fluxo de banhistas na cidade. Ao todo, onze pontos ao longo da orla foram estudados. Foram monitoradas as praias de Ponta do Muretá, Ponta de Pedras, Pajuçara e Maracanã. Em Alter do Chão são feitas coletas em seis lugares: Praia do Centro de Atendimento ao Turista (C.A.T.); Canal principal do Rio Tapajós; Praia do Cajueiro; Escadaria da Orla de Alter do Chão; parte final da Orla de Alter do Chão; Ilha do Amor e Igarapé do Macaco.

"Considerando e parâmetro microbiológico mais restritivo, pode-se concluir que todos os pontos de amostragem apresentaram condições de qualidade na categoria própria/excelente. E para o parâmetro microbiológico menos restritivo, foi observado o mesmo cenário", atesta o relatório. Os parâmetros mais restritivos são de Escherichia coli, um grupo de bactérias que podem causar infecção no trato digestivo, trato urinário ou muitas outras partes do corpo. Os menos restritivos são coliformes termotolerantes, que podem ser encontrados no intestino humano e de animais, encontrado em águas contaminadas com fezes e esgoto.

O trabalho foi acompanhado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com vistoria de um técnico, e executados pela Conágua Ambiental. (Júlio César Antunes / Agência Santarém)

Em relação às condições dos aspectos físicos e estéticos dispostos pela Resolução Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), todos os pontos também foram identificados como "próprias/excelentes".

O trabalho foi acompanhado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com vistoria de um técnico, e executados pela Conágua Ambiental. Durante os procedimentos, as amostras microbiológicas foram recolhidas em sacos plásticos estéreis, armazenadas no gelo em caixas térmicas e levadas até um laboratório onde as análises são realizadas no mesmo dia.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!