Estudante de Belém é selecionado como Jovem Senador 2019

Agência Pará

O estudante Breno Sanches Viana vai representar o Pará no Programa Jovem Senador 2019, em Brasília. O resultado foi divulgado na segunda-feira (7), pela organização nacional do concurso. Breno é aluno da Escola Estadual de Ensino Médio e Profissionalizante Prof. Francisco da Silva, localizada no bairro da Marambaia, em Belém.

O estudante alcançou o primeiro lugar na etapa estadual, que contou com a seleção de mais duas jovens paraenses: Rebeca Ribeiro, de Nova Timboteua, e Jéssica Batista, de Cametá. Mas apenas Breno irá a Brasília, juntamente com outros discentes de escolas públicas selecionados em todo o Brasil.

O Programa Senado Jovem Brasileiro engloba o Projeto Jovem Senador e o Concurso de Redação do Senado Federal. É realizado anualmente e proporciona aos estudantes do ensino médio das escolas públicas estaduais e do Distrito Federal, de até 19 anos, conhecimento acerca da estrutura e do funcionamento do Poder Legislativo no Brasil. A cada ano é proposto um tema de redação como forma de ingresso.

A legislatura tem duração de quatro dias e inicia-se com a posse dos jovens senadores e a eleição da Mesa. A de 2019 ocorrerá no próximo mês de novembro, quando os trabalhos são encerrados com a aprovação dos projetos e a consequente publicação no Diário do Senado Federal. No Pará, quase 40 escolas públicas de cerca de 20 municípios participaram da seleção. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) criou uma equipe técnica para mobilizar escolas e professores e incentivar a participação dos alunos.

Este ano, a participação das escolas estaduais foi 140% maior do que em 2018. O número de instituições de ensino saltou de 16 para 38 e a quantidade de redações recebidas de 259 para 1.202. Mas a mobilização alcançou 640 escolas, com o envolvimento de 163 professores e 4.700 estudantes.

“Há uma mudança significativa do entendimento da participação de programas que têm o aluno como eixo central da discussão e o protagonismo juvenil. Permitir que o aluno dialogue diversos tema, entre eles, o orçamento público, é necessário”, afirma Diana Braga, coordenadora estadual do Programa Jovem Senador.

Segundo Diana, o aluno mais consciente entende e acompanha os recursos destinados à escola e participa efetivamente do controle social. Além disso, percebe no seu dia a dia a aplicação e utilização dos recursos pelos gestores, gerando mais consciência, colaboração e participação na sociedade.

Breno tem 18 anos e estuda no 3º ano do ensino médio na Escola Estadual Prof. Francisco da Silva Nunes. Participou da seleção pela primeira vez por influência do professor de Redação, José Antônio. O convite foi feito a toda a turma, mas somente Breno se interessou. Em apenas um dia pesquisou o tema na internet, escreveu a redação e encaminhou ao professor, que o ajudou a fazer os ajustes necessários.

“Orientar o Breno é fácil demais. Um excelente aluno, dedicado e com uma leitura de mundo vasta. Assim, as palavras brotam. Foi uma alegria e uma responsabilidade maior ainda”, revela José Antonio.

Com o tema “A participação social faz um orçamento legal”, Breno chama a atenção da sociedade para que ela procure se informar mais sobre os planos orçamentários públicos. “Quando o cidadão procura se informar melhor, ele passa a ter um olhar diferente da política e entende que o bom uso dos recursos interfere na qualidade de vida das pessoas”, resume. O estudante diz que ficou surpreso quando soube do resultado. “Eu tinha muita expectativa, mas nunca imaginei ficar na primeira colocação. Estou realmente muito feliz”, afirma.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM PARÁ