Conheça mais 9 melhores praias do Pará para curtir o verão em 2019

Lista traz novas opções de balneários e abrange atrações em todas as regiões do Estado

Tainá Cavalcante

No início do ano, publicamos uma matéria citando as 9 melhores praias do Pará para curtir em 2019, com base em avaliações de guias e jornais nacionais e internacionais.

Após a publicação, muitos leitores sentiram falta de outras praias paraenses e sugeriram, nos comentários da fan page oliberalonline no Facebook, outros destinos que merecem ser conhecidos por todos.

Por isso, fizemos um compilado, com base nessas indicações, de outras 9 melhores praias do Estado. Confira:

FORTALEZINHA (MARACANÃ)

Situada na Ilha de Maiandeua, no município de Maracanã, a praia de Fortalezinha foi a mais indicada pelos internautas. Diferente de sua vizinha - a praia da Princesa, em Algodoal, Fortalezinha, mesmo em temporada, é um recanto de calmaria. Esse, inclusive, é o principal atrativo do local: uma praia de poucas pessoas, quase particular, que permite ao banhista um contato direto e íntimo com a natureza. Quando a maré está baixa, piscinas naturais se formam na extensão. A trilha sonora é marcada pelo reggae, que se une ao som das ondas, formando uma bela melodia. Carros não são permitidos no local, o que o transforma em um ambiente ainda mais aconchegante. Ao chegar em Fortalezinha, é preciso fazer uma trilha até a praia. Para recarregar as energias, restaurantes costumam servir dois pratos que também são atrativos turísticos: caranguejo e peixe, conseguidos na própria região. Outras praias que valem a pena conhecer em Maracanã e foram citadas pelos internautas foram Penha e Marieta

Como chegar: de carro, moto, ônibus ou van até Marudá, de onde saem barcos para travessia até a ilha de Maiandeua, onde está situada a ilha de Mocooca. Geralmente é por essa ilha que se chega em Fortalezinha: passeios de barcos são feitos até Mocooca e, de lá, uma caminhada de cerca de 500 metros é necessária até Fortalezinha.

Praia de Fortalezinha (Oswaldo Fortes / O Liberal)

ROMANA (CURUÇÁ)

14 quilômetros de areia branca, dunas e belas águas marcam a beleza da praia da Romana, uma das mais comentadas pelos internautas na nossa publicação. Localizada a oito quilômetros do centro de Curuçá, Romana tem como forte característica o ecoturismo organizado pelos nativos, como trilhas que conduzem os visitantes aos principais pontos do local. Sem infraestrutura, como hotéis e pousadas, é comum que os turistas passem apenas o dia na praia e fiquem hospedados em Curuçá. Além da praia, mangues e igarapés também marcam a beleza do local. Se o visitante der sorte, uma revoada de guarás ainda pode ser vista por lá. Vale lembrar que vivem, no local, pescadores e agricultores habitantes da Reserva Extrativista Mãe Grande, que abriga um dos maiores manguezais contínuos do mundo, com aproximadamente 37 mil hectares.

Como chegar: de carro, moto, ônibus ou van até Curuçá. Em seguida, é preciso ir para a Vila de São João do Abade, de onde saem os barcos e lanchas para a ilha da Romana, onde está a praia.

Praia da Romana (Edivaldo Andrade / Divulgação)

BEJA (ABAETETUBA)

A praia de Beja, sem dúvidas, é uma das mais agitadas do município de Abaetetuba no mês de julho. Situada às margens do rio Pará, ela é uma praia de água doce e que fica lotada de banhistas no período do veraneio, sendo uma ótima opção para quem gosta de ambientes movimentados nas férias. Segundo estimativas, ela chega a atrair de 60 a 80 mil pessoas por final de semana na temporada de julho. Para quem prefere a tranquilidade, as praias do Guajará de Beja e da Ilha do Capim, localizadas nas proximidades, são uma boa alternativa.

Como chegar: de carro, moto, ônibus ou van até Abaetetuba.

Praia de Beja (Ana Laura Carvalho / Divulgação)

PRAIAS DE COLARES

Colares é, sem dúvida, um lugar marcado pelo mistério, afinal, lá pelo fim da década de 1970, supostos fenômenos extraterrestres começaram a ocorrer no município. Porém, paisagens fantásticas também aguardam os turistas no município. Cercada por praias e igarapés, Colares é banhada pela Baía do Marajó nos limites do continente com o Atlântico. Há praias com cenários exuberantes, como Santa Maria, Bacuri, Humaitá e Rio Novo. Em Humaitá, por exemplo, encontra-se uma importante área biológica que possui reprodução de arraias. Já a praia de Machadinho tornou-se atração principal das supostas aparições extraterrestres. No município também existe grande número de igarapés.

Como chegar: de carro, moto, ônibus ou van até Colares

Praia de Colares (Tarso Sarraf / Arquivo O Liberal)

APEÚ-SALVADOR (VISEU)

Atrativos para os mais diversos gostos não faltam em Viseu. Além das praias, há no local, por exemplo, cavernas, serras e uma comunidade quilombola que merece ser conhecida. Viseu também tem o título de um dos mais belos pôr-do-sol do Estado. Nosso foco na localidade, porém, é a praia Apeú-Salvador. Considerada pelos moradores a de água mais salgada entre as praias da região, Apeú tem ondas apropriadas para o surf e uma extensa zona de areias brancas. A culinária característica são os peixes e frutos do mar.

Como chegar: de carro, moto, ônibus ou van até Viseu e, para ir às praias, é preciso chegar na comunidade Bombom e de lá seguir caminho via fluvial. Para Apeú são cerca de três horas de viagem.

PRAIAS DE MOCAJUBA

As belezas de Mocajuba parecem agradar os visitantes como um todo. Prova disso é que não houve uma indicação específica de uma só praia do município. Todos os internautas indicaram as "praias de Mocajuba". A região, cortada pelo rio Tocantins, é realmente encantadora. Suas principais praias são: Praia dos Górgons, Prainha, Praia do Zizi, Ilha e Praia. Resolvemos dar destaque para a praia dos Górgons, onde acontecem apresentações culturais na temporada do veraneio. Localizada em frente a cidade e às margens do rio Tocantins, a praia dos Górgons é, sem dúvidas, uma das mais procuradas pelos turistas de Mocajuba, o que faz com que seja conhecida pela sua agitação.

Como chegar: de carro, moto, ônibus ou van até Mocajuba

ALDEIA (CAMETÁ)

A Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é o portão de entrada para a praia da Aldeia, a mais procurada por turistas e moradores de Cametá. Com águas calmas e geladas, a praia da Aldeia fica a cinco minutos do centro da cidade e tem uma diversidade de barracas que servem mapará frito, peixe típico da culinária local. Além da praia da Aldeia, Cametá também conta com as praias de Pacajá e de Cametá-Tapera, que banham vilarejos distantes a poucos quilômetros da sede. Quem tem mais tempo para aproveitar as belezas naturais, pode curtir as praias mais distantes, como a da Carapina e a Fazenda, à qual se chega a pé e por estradas de terra, e são um prato cheio para quem gosta de privacidade.

Como chegar: e carro, moto, ônibus ou van até Cametá

CRISPIM E LAMBE (MARUDÁ)

A praia do Crispim é marcada por uma extensa faixa de área e águas banhadas pelo oceano atlântico. Lugar tranquilo e de beleza ímpar, é um dos preferidos dos praticantes de kitesurf. As principais pousadas ficam na beira da praia, o que dá aos hóspedes a oportunidade de ver o sol nascer deitado em uma rede, com um vento que cria ainda mais harmonia com o lugar. A praia do Lambe também não fica para trás. As duas são situadas em Marapanim, mas têm uma diferença: Crispim costuma ser mais agitada, enquanto Lambe é marcada pela calmaria. Na maré baixa, todo acesso pode ser feito a pé na praia do Lambe, mas isso já não é possível na maré cheia, quando para se chegar aos locais são necessárias pequenas embarcações, como rabetas e canoas, que fazem a travessia. Local exótico e marcado pelo rústico e belezas naturais, é possível conhecer, ao redor da praia, áreas de mangue e currais. Redes são armadas na beira da praia, o que permite ao turista um descanso privilegiado. A estrutura é menor do que a encontrada em Crispim no que diz respeito à hospedagem, mas os restaurantes servem pratos igualmente apetitosos.

Como chegar: de carro, moto, ônibus ou van até Marudá

Praia do Crispim (Sidney Oliveira / Agência Pará)

ARUCARÁ (PORTEL)

Localizada em Portel, no Marajó, a praia do Arucará é um dos principais pontos turísticos do município. Na orla, muitos restaurantes oferecem os pratos típicos da região. O igarapé Muim-muim, que faz limite a leste com a cidade de Portel, desemboca suas águas na baia do município, mais precisamente na praia do Arucará. O ambiente também é conhecido por programações culturais e esportivas.

Como chegar: de barco. Saindo de Belém, a viagem costuma demorar 13h

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!