Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Veja as declarações mais marcantes de Elizabeth II

Entre as frases, "1992 não é um ano que recordarei com grande apreço"

O Liberal

Em um reinado tão longo, com tantos adventos históricos e pessoais, a rainha Elizabeth II da Inglaterra, falecida nesta quinta-feira (8), aos 96 anos, pontuou cada momento com frases marcantes.

- "Quer dizer, para sempre?", perguntou a sua babá quando foi informada de que se mudariam para o Palácio de Buckingham quando seu pai virou rei com a abdicação de seu irmão, em 1936. 

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Em única viagem ao Brasil, Rainha Elizabeth II visitou seis cidades do país; saiba como foi]]

Usuário do Twitter acerta data da morte da Rainha Elizabeth II e prevê a de seu sucessor; confira
Logan Smith publicou a data da morte dos monarcas no dia 8 de junho; o usuário restringiu o acesso a sua conta após grande repercussão, e após breve período, desativou sua conta na rede social

Conheça a linha de sucessão ao trono britânico após morte da Rainha Elizabeth II
Príncipe Charles se tornou rei hoje aos 73 anos

- "Para toda a vida e com todo meu coração, me esforçarei em ser digna de vossa confiança", afirmou a nova rainha por ocasião de sua coroação, em 1953.

- "Lembro que nos aterrorizava ser reconhecidas", admitiu à BBC em 1985 ao contar como ela e sua irmã Margaret celebraram o final da Segunda Guerra Mundial nas ruas de Londres entre a multidão.

- "1992 não é um ano que recordarei com grande apreço (...) Acabou sendo um 'annus horribilis'" (ano horrível, em latim), disse em sua mensagem natalina sobre o ano em que três de seus quatro filhos se separaram e houve um grande incêndio no Castelo de Windsor.

- "Ninguém que conheceu Diana jamais a esquecerá. Milhões de pessoas que nunca a conheceram pessoalmente, mas sentiam que a conheciam, sempre se lembrarão dela. Acho que há lições a aprender com sua vida, assim como das extraordinárias e emotivas reações a sua morte", declarou em um incomum discurso pela TV sobre sua nora, a Princesa de Gales, após críticas por sua frieza diante da morte de Diana em um acidente de carro em 1997, em Paris.

- "É alguém que não aceita facilmente os elogios, mas, sinceramente, tem sido minha força e minha âncora todos esses anos e estou em dívida para com ele muito mais que ele jamais dirá, ou muito mais do que nós imaginamos", afirmou sobre seu marido, Philip, Duque de Edimburgo, em um discurso de 1997 por ocasião de suas bodas de ouro.

- "Não há palavras para compensar a angústia e dor desses momentos. O luto é o preço que pagamos por amar", disse em uma mensagem lida durante uma missa em Nova York depois dos atentados de 11 de setembro de 2001.

- "Menos formal? O que acha que é isso?", respondeu à fotógrafa americana Annie Leibovitz em 2007, quando ela sugeriu que tirasse o diadema.

- "Boa noite, senhor Bond": a rainha dá as boas-vindas em Buckingham a James Bond (o ator Daniel Craig) na cena que fizeram para a abertura dos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

- "Quando buscamos novas respostas na era moderna, prefiro as receitas testadas e comprovadas, como falar bem dos outros e respeitar os diferentes pontos de vista; nos reunirmos para buscar um terreno de entendimento", disse em um discurso em janeiro de 2019 que foi interpretado como um apelo à superação das divisões no país quanto ao Brexit.

- "Devemos nos reconfortar no fato de que, embora tenhamos muito ainda o que aguentar, dias melhores virão. Estaremos com nossos amigos novamente. Estaremos com nossas famílias novamente. Nos encontraremos novamente", declarou em um discurso extraordinário pela televisão em abril de 2020, quando o Reino Unido entrava em seu primeiro confinamento contra o coronavírus.

- "As questões levantadas, em particular a da raça, são preocupantes. Ainda que algumas lembranças possam variar, são levadas muito a sério e serão tratadas pela família de modo privado", garantiu em março de 2021 em reação a uma explosiva entrevista de seu neto, o príncipe Harry, e sua esposa, Meghan, em que denunciaram racismo e outras questões.

- "Embora como família nos encontremos em um período de grande tristeza, tem sido um consolo para todos nós ver e escutar as homenagens ao meu marido, tanto no Reino Unido quanto (...) em todo o mundo", disse em seu aniversário de 95 anos, em 21 de abril de 2021, quatro dias depois da morte do príncipe Philip, com quem permaneceu casada por 73 anos.

- "É realmente irritante quando falam mas não agem", afirmou em uma conversa privada captada pelo microfone de uma câmera de televisão em 14 de outubro de 2021, em referência aos líderes mundiais esperados duas semanas mais tarde para o início da conferência da ONU sobre as mudanças climáticas COP26 na cidade escocesa de Glasgow.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO