Uma cerveja por dia pode aumentar o risco de arritmia, indica pesquisa

Pessoas que bebem diariamente têm 17% mais probabilidade de desenvolver fibrilação atrial

Redação Integrada com informações do Daily Mail

Apenas um pequeno copo de vinho ou uma cerveja por dia pode aumentar o risco de batimentos cardíacos irregulares com risco de morte, indicam pesquisas.

Pessoas que bebiam todos os dias tinham 17 por cento mais probabilidade de desenvolver fibrilação atrial (FA), uma doença cardíaca comum que causa pulso anormalmente rápido.

E o risco aumentou 28 e 47 por cento para aqueles que beberam até dois - ou mais de quatro drinques - respectivamente.

Os sintomas da FA incluem falta de ar crônica, tontura e incapacidade de realizar tarefas simples. Afeta cerca de um milhão no Reino Unido e pode desencadear um AVC se não for tratada.

O estudo, publicado no European Heart Journal, analisou os hábitos de beber de 108.000 pessoas com idade entre 24 e 97 anos ao longo de oito anos. Durante um período de acompanhamento de 14 anos, quase 6.000 desenvolveram FA.

A autora principal, a professora Renate Schnabel, disse: “Em nosso estudo, podemos agora demonstrar que mesmo o consumo regular de álcool muito baixo pode aumentar o risco de fibrilação atrial.” A pesquisa aumenta as evidências de que não há nível seguro de bebida e pode levar a um repensar no conselho oficial.

O professor Schnabel, cardiologista consultor da University Heart and Vascular Center Hamburg, disse que o consumo regular de álcool, "uma taça de vinho por dia para proteger o coração”, é frequentemente recomendado. “Provavelmente, não deve mais ser sugerido sem equilibrar os riscos e possíveis benefícios para todas as doenças cardíacas e dos vasos sanguíneos, incluindo a fibrilação atrial”.

Uma bebida equivalia a um copo pequeno de vinho (120ml), uma cerveja pequena (330ml) ou uma dose de aguardente (40ml). A associação entre AF e bebida foi semelhante para todos os tipos de álcool - e para homens e mulheres. Bebedores pesados são conhecidos por serem muito mais propensos a insuficiência cardíaca, que pode desencadear FA.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO