Túmulos de 76 crianças sacrificadas em rituais religiosos são encontrados no Peru

As sepulturas de cerca de mil anos foram descobertas em um santuário pré-hispânico na costa norte

O Liberal
fonte

Arqueólogos que escavavam em um santuário pré-hispânico na costa norte do Peru encontraram túmulos de 76 crianças sacrificadas há cerca de mil anos em rituais religiosos, quando tinham entre 6 e 15 anos. A descoberta aconteceu entre julho e agosto em duas pequenas esplanadas deste santuário, situado no município de Huanchaco. No local, também havia vestígios de chamas. As informações são do G1 Mundo.

Entre 2016 e 2019, esta mesma equipe de pesquisadores, liderada pelo arqueólogo Gabriel Prieto, havia encontrado os restos de outras 240 crianças sacrificadas pelo povo chimú, que se desenvolveu entre os anos 900 d.C. e 1450 d.C.

"São seis eventos de sacrifícios que somam mais de 300 crianças em Pampa La Cruz em todos esses anos de escavações", declarou o arqueólogo Luis Flores, um dos pesquisadores do santuário de Pampa La Cruz.

VEJA MAIS

image Arqueólogos descobrem ovo de mil anos em Israel e o quebram sem querer
Na fossa onde o ovo foi achado, também tinham outros artefatos como estatuetas ósseas e uma lâmpada de óleo.

image Pesquisadores encontram navio naufragado há 1200 anos na costa de Israel
Embarcação tem cerca de 20 metros de comprimento e 5 metros de altura

image Centenas de fósseis de predador com cabeça de 'nave espacial' são descobertos no Canadá
Animal tinha cabeça imensa, corpo pequeno e olhos voltados para cima

Os estudos mostraram que o peito das crianças era aberto, de forma transversal, para a retirada do coração, em rituais aos deuses do povo Chimú. Segundo o arqueólogo, esses sacrifícios podiam ser realizados por eventos de falta de chuva, secas, [problemas] políticos, ou guerras. “Há várias hipóteses que estamos investigando", afirma.

image  (PROGRAMA ARQUEOLOGICO HUANCHACO / Via Portal Itatiaia)

Entre os restos mortais, há cinco meninas "sentadas" enterradas com as cabeças juntas, formando uma espécie de círculo. "Graças a Pampa La Cruz, sabemos que os sacrifícios humanos, sobretudo de crianças, foram uma parte estrutural da religião dos chimús para celebrar e glorificar seu Estado", declarou Prieto à agência estatal peruana Andina.

"O sacrifício nesse lugar foi feito para consagrar e abrir os campos de cultivo que os chimús habilitaram nessa época", acrescentou o diretor do Programa Arqueológico de Huanchaco.

Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO