CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Show de Milei: presidente da Argentina canta como astro do rock em lançamento de livro; VÍDEO

Presidente Javier Milei também criticou o socialismo, defendeu os monopólios e negou a existência de falhas de mercado durante o evento

Tomás VIOLA / AFP
fonte

Com a voz rouca e jaqueta de couro preta, o presidente argentino Javier Milei se vestiu como um astro do rock na noite de quarta-feira (22.05) e cantou no lançamento de seu livro no ginásio Luna Park em Buenos Aires.

"Caros, quis fazer isto esto porque queria cantar", disse antes de apresentar sua versão de "Panic show" do trio de rock argentino La Renga.

Em seguida, o presidente economista deu uma longa aula de Economia com base em seu 13º livro "Capitalismo, socialismo y la trampa neoclásica" (Capitalismo, socialismo e a armadilha neoclássica). 

Em seu discurso, criticou o socialismo, defendeu os monopólios, negou a existência de falhas de mercado e disse que o aborto corresponde a um "mecanismo para massacrar de populações". 

image Milei retira do ar sites e perfis de rádios e TV públicas da Argentina
O sindicato de trabalhadores que representa esses veículos afirma que a medida configura censura contra a mídia pública.

image 'Disparate típico de socialista arrogante', diz Milei sobre decisão do primeiro-ministro da Espanha
Pedro Sánchez decidiu retirar "definitivamente" a embaixadora espanhola na Argentina, após declarações do presidente Javier Milei

No decorrer do evento, boa parte dos quase 10 mil espectadores foram saindo, até que metade do espaço ficou vazio. 

"Estou aqui para apoiar Javier em tudo o que ele faz. Gosto das ideias dele, gosto do que ele faz, ele é sincero, é transparente, diz o que pensa", disse Santiago Roldán, de 20 anos, funcionário de um supermercado.

Ritual libertário

O evento teve uma identidade semelhante ao que Milei realiza desde seu início na política em 2021: ele os chama de "shows" e costuma abrir cantando, evocando sua juventude, quando liderava uma banda cover de The Rolling Stones.

O analista político Carlos Fara disse à AFP que Milei costuma "fazer show" e ressaltou que "sempre alimentará a polarização". 

"Há uma lógica de campanha permanente. A comunicação no governo é a mesma comunicação na campanha", estimou. 

No dia do lançamento do livro, o dólar paralelo atingiu um novo recorde nominal de 1.280 pesos em uma economia colapsada, com metade da população na pobreza e preços 290% mais altos do que no ano passado.

Em um contexto de tensão diplomática com a Espanha, que retirou sua embaixadora em Buenos Aires, participantes gritaram contra o primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez, embora Milei tenha se concentrado apenas em suas lições de teoria macroeconômica. 

"Ato privado"

O lançamento do livro, originalmente marcado para 12 de maio na Feira do Livro de Buenos Aires, foi adiado após divergências entre o governo e a organização do tradicional evento.  

No início da fala, Milei agradeceu "à feira do livro que, com sua tentativa de boicote, nos deu essa festa". 

Seu porta-voz, Manuel Adorni, afirmou horas antes que seria "um ato privado financiado por fundos e patrimônio pessoais do presidente". 

No encerramento do show, após uma conversa entre o presidente, seu porta-voz e o deputado José Luis Espert, Milei se despediu chamando a uma "batalha cultural" porque "senão os esquerdistas vão conquistar espaço". 

image Espanha exige que Milei peça desculpas após ataques contra presidente espanhol e sua esposa
Milei foi à Espanha para participar de um evento do Vox, partido de extrema direita, onde fez diversas acusações contra seu homólogo espanhol Pedro Sanchez e sua esposa

image Entenda os impactos da greve geral na Argentina contra as políticas do presidente Milei
Apesar dos protestos, Milei ainda mantém boa popularidade, com média de 51% de aprovação dos argentinos

Milei se despedia ao som de "Se viene el estallido" (A explosão está chegando), símbolo do rock de protesto dos anos 1990 que Milei usou na campanha e diz: "Se viene el estallido, de mi guitarra, de tu gobierno también" (A explosão vem, da minha guitarra, do seu governo também).  

Para Fara, manter a lógica da campanha na presidência pode ser um "erro conceitual". 

"Quando está tudo bem, essas coisas parecem engraçadas para as pessoas. O problema é que quando os resultados não são verificados na realidade, chega uma hora em que todas as balas acertam de uma só vez".

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO