Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ômicron: médica que diagnosticou primeiros pacientes relata sintomas leves

Para Angelique Coetzee, presidente da Associação Médica da África do Sul, medidas restritivas adotadas por alguns países contra variante são precipitadas

O Liberal

A médica Angelique Coetzee, presidente da Associação Médica da África do Sul, que diagnosticou os primeiros pacientes com a nova variante do coroconavírus (ômicron) e fez alerta, afirmou que, por enquanto, foram identificados sintomas leves nos pacientes e, por isso, é preciso observar a evolução do quadro clínico. Ela considera precipitada a decisão tomada por alguns países, entre eles o Brasil, de proibir a entrada de viajantes do continente africano. As informações foram divulgadas pelo programa Fantástico. 

VEJA MAIS

Risco global referente à variante Ômicron do coronavírus é muito alto, diz OMS A cepa tem até 36 mutações na proteína S ("spike" ou espícula), usada pelo vírus como veículo de ligação com as células humanas.

OMS reúne especialistas para criar tratado de combate a pandemias Objetivo é que populações não sejam apanhadas desprevenidas

Anvisa amplia lista de restrições e sugere suspensão de desembarque de mais quatro países Medida foi tomada em decorrência da variante ômicron do novo coronavírus

A nova cepa já foi diagnosticada em cinco continentes. Na África do Sul, a suspeita da nova variante veio depois da médica Angelique Coetzee desconfiar quando sete pacientes se queixaram no mesmo dia de cansaço extremo, dores no corpo e de cabeça. Após testes, veio a confirmação: todos com Covid, apesar de não apresentarem tosse ou perda de olfato, sintomas clássicos da doença.

"Precisamos observar a evolução do quadro clínico dos pacientes porque, por enquanto, só estamos observando sintomas leves", declarou.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO