Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Anvisa amplia lista de restrições e sugere suspensão de desembarque de mais quatro países

Medida foi tomada em decorrência da variante ômicron do novo coronavírus

O Liberal

Após nota técnica pedindo restrição de voos procedentes da África do Sul — onde a variante ômicron foi identificada pela primeira vez —, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma nova nota neste sábado (27) ampliando a lista de recomendações ao governo brasileiro. Dessa vez, a Agência sugere que sejam suspensos os desembarques de voos que partam de Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia. As informações são do G1 Nacional. 

VEJA MAIS

Anvisa recomenda restrições para voos procedentes da África do Sul e outros cinco países Países como Itália, Alemanha e Reino Unido já começaram a adotar medidas de restrição de trânsito de viajantes provenientes dessas regiões

No caso dos seis primeiros países que entraram na lista de restrições da Anvisa, o Governo Federal atendeu a recomentação e, na sexta-feira (26), publicou uma portaria proibindo temporariamente voos que tenham origem ou passagem, nos últimos 14 dias, por essas nações. A restrição vale a partir desta segunda-feira (29).

"O Brasil fechará as fronteiras aéreas para seis países da África em virtude da nova variante do coronavírus. Vamos resguardar os brasileiros nessa nova fase da pandemia naquele país. Portaria será publicada amanhã (sábado) e deverá vigorar a partir de segunda-feira", escreveu em sua conta oficial no Twitter o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (Casa Civil), que assinou a portaria juntamente com Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública), Marcelo Queiroga (Saúde) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura).

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL