Novo premiê do Japão diz que apoiará quem sofreu prejuízo econômico

Suga disse que o maior desafio que o Japão enfrenta atualmente é a disseminação do novo coronavírus

Reuters

O novo primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, prometeu nesta quarta-feira, 16, que fará o possível para proteger os empregos do povo japonês e, ao mesmo tempo, combater o coronavírus.

Em sua primeira entrevista coletiva como primeiro-ministro, Suga disse que o maior desafio que o Japão enfrenta atualmente é a disseminação do novo coronavírus, mas acrescentou que há necessidade de equilibrar a luta contra o vírus com o renascimento econômico.

Ele também prometeu que aumentaria a capacidade de testes para detecção do coronavírus e garantiria uma vacina para todos os moradores do país quando estivesse pronta.

Suga afirmou que não poderia haver um vácuo político em um momento de crise nacional, reconhecendo seu antecessor Shinzo Abe e dizendo que continuaria com suas políticas.

Abe anunciou que renunciaria ao cargo de premiê no final de agosto. Suga, que era um assessor próximo de Abe e seu secretário chefe de gabinete, foi oficialmente escolhido para sucedê-lo nesta quarta-feira.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!