Juiz nega pedido de Trump para cancelar resultado da eleição na Pensilvânia

A decisão é mais uma derrota para o presidente republicano

Agência Estado

Um juiz federal de Williamsport, na Pensilvânia, recusou o pedido de liminar da campanha do presidente Donald Trump, para cancelar o resultado da eleição presidencial no Estado, que deu vitória a o democrata Joe Biden.

A decisão é mais uma derrota para o presidente republicano e torna cada vez mais difícil para Trump impedir que Biden assuma a cadeira de líder dos americanos. Autoridades da Pensilvânia devem certificar os resultados eleitorais que mostram vitória democrata com mais de 80 mil votos.

Na decisão, o juiz Matthew Brann afirma que a campanha de Trump apresentava "argumentos jurídicos sem mérito e acusações especulativas, sem suporte de evidências".

"Nos Estados Unidos da América, isso não pode justificar a cassaçãodo voto de um único eleitor, muito menos de todos os eleitores de seu sexto estado mais populoso", disse o parecer. "Nossas leis e instituições exigem mais", afirmou o juiz na sentença.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO