CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Jovem refugiado ganha apelido de 'Newton de Gaza' após criar sistema para iluminar tenda da família

Hussam, de 15 anos, usou as duas ventoinhas como pequenas turbinas eólicas capazes de carregar baterias.

O Liberal

"Newton estava sentado embaixo de uma macieira quando uma maçã caiu em sua cabeça e isso o levou a formular a lei da gravidade. Aqui, estamos vivendo na escuridão e na tragédia, então pensei em criar luz". Essas são palavras de um refugiado palestino de 15 anos, que com duas ventoinhas e alguns fios conseguiu gerar eletricidade para iluminar a tenda precária onde vive com a família em um campo de refugiados em Rafah, na Faixa de Gaza, depois de terem sido obrigados a abandonar a casa onde viviam devido aos ataques de Israel à Palestina.

VEJA MAIS

image Governo brasileiro manifesta preocupação com operação militar terrestre de Israel em Rafah
Ministério das Relações Exteriores alertou para o risco de "graves consequências, além de novas vítimas civis"

image Corte Internacional de Justiça ordena que Israel tome medidas para 'prevenir genocídio' em Gaza
Na sentença, porém, órgão das Nações Unidas não mencionou 'cessar-fogo' nos conflitos entre Israel e o grupo terrorista Hamas

Hussam Al-Attar contou a agência Reuters que as pessoas que vivem com eles no campo de tendas o apelidaram de "Newton de Gaza", em homenagem ao cientista inglês Isaac Newton. As imagens do jovem mostrando seu sistema circularam pelo mundo e emocionaram a milhões de pessoas.

O jovem usou as duas ventoinhas como pequenas turbinas eólicas capazes de carregar baterias. Colocou-as em um telhado e com alguns fios que passavam pela casa, interruptores e até lâmpadas, conseguiu criar um sistema de iluminação personalizado para sua família. Ele conta que demorou algum tempo até que a experiência desse certo e só foi bem-sucedido na terceira tentativa.

"Fiquei muito feliz por ter conseguido fazer isso, porque aliviei o sofrimento da minha família e de todos que estão sofrendo com as condições em que vivemos durante esta guerra", contou à Reuters.

Hussam relatou que a família passou 20 dias em total escuridão quando chegaram ao campo de tendas fugindo da guerra. O conflito entre Israel e o Hamas foi desencadeado em 7 de outubro, quando militantes do grupo islâmico palestino invadiram o sul de Israel.

O jovem, que sonha um dia tornar-se um cientista tão famoso quanto Newton, conta que ficou muito feliz por ser chamado de "Newton de Gaza". "Espero realizar meu sonho de me tornar um cientista como Newton e criar uma invenção que beneficie não só o povo da Faixa de Gaza, mas, o mundo inteiro", diz.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO