Invasão do Capitólio: relatório final pede veto a Trump em cargos públicos

A Justiça vai decidir se acolherá as denúncias

Luciana Carvalho
fonte

O Comitê da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos divulgou na noite desta quinta-feira (23), o relatório final das investigações sobre a invasão ao Capitólio (como é conhecido o prédio do Congresso americano) em 6 de janeiro de 2021. As informações são do G1 Nacional. 

Nas mais de 800 páginas, o ex-presidente Donald Trump é duramente criticado por estimular a revolta de seus seguidores ao tentar anular a vitória do presidente eleito Joe Biden; falhar ao tentar frear o ataque, colocando em risco a vida dos congressistas; fazer alegações falsas, como dizer que a votação havia sido fraudada, para se declarar vencedor nas urnas e; cometer crimes de conspiração e insurreição.

VEJA MAIS

image Capitólio, tudo para ser o seu próximo destino no Brasil

image EUA prendem brasileira que participou de invasão no Capitólio em janeiro de 2021
Entre as provas contra Letícia Vilhena Ferreira, além dos vídeos, está a gravação de uma conversa dela com outra pessoa: “Fui tão irresponsável de entrar lá”.

image EUA: Republicanos defendem invasão ao Capitólio
Os 168 membros do Comitê Nacional Republicano (RNC, por sua sigla em inglês) aprovaram uma censura formal, acusando os dois legisladores de comportamento "destrutivo da Câmara dos Deputados dos EUA"

O relatório recomenda que Trump seja proibido de ocupar cargos públicos no país. Agora, os promotores do Departamento de Justiça vão decidir se acolhem essas denúncias. "A causa central [do ataque de] 6 de janeiro foi um homem, o ex-presidente Donald Trump, a quem muitos outros seguiram”, afirma o relatório. “Nenhum dos eventos daquele dia teria acontecido sem ele.”

No dia da invação, milhares de apoiadores de Trump se reuniram na capital dos EUA, Washington, e entraram no prédio do Congresso para protestar contra supostas fraudes nas urnas. Enquanto isso, ocorria a oficialização do resultado das eleições de 2020, vencidas por Joe Biden.

Cinco pessoas, incluindo um policial, morreram durante ou logo após o incidente, e mais de 140 policiais ficaram feridos. O Capitólio sofreu milhões de dólares em danos.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO