Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Diretor é preso por pendurar aluno de cabeça para baixo na sacada da escola

A atitude seria uma ‘lição’ após o estudante não se comportar enquanto comia

O Liberal

Um diretor do ensino fundamental de uma escola particular foi preso por pendurar um aluno de cabeça para baixo na sacada do primeiro andar da escola. O caso aconteceu em Mirzapur, na Índia, na última quinta-feira (28). As informações são do G1 Nacional.

Manoj Vishwakarme, diretor do local, teria ficado nervoso com Sonu Yadav, de 5 anos, por ele não ter se comportado enquanto comia. Segundo os relatos, a atitude seria uma 'lição' ao aluno na frente dos outros estudantes. Ainda conforme as informações, ele só teria puxado de volta a vítima quando ela pediu perdão pelo seu comportamento. Após as imagens viralizarem nas redes sociais, o magistrado local ordenou que o oficial de educação investigasse o caso e que uma ação foi registrada contra o homem.

VEJA MAIS

Professora é suspensa por encenar pisada em pescoço de aluna negra Mãe da aluna achou imagem divertida, mas outros membros da família não

Menino se recusa a tirar máscara durante foto da escola e arrecada 'recompensa' de R$ 180 mil A boa conduta do garoto fez sucesso entre os internautas, que se ofereceram para doar dinheiro como 'prêmio'

Em declaração à agência IANS, o pai do aluno, Ranjit Yadav, se pronunciou. "Meu filho só tinha ido comer gol gappa [comida indiana] com as outras crianças e eles estavam sendo um pouco travessos. Por isso, o diretor aplicou aquela punição que poderia ter colocado em perigo a vida do meu filho", disse ele. O caso segue sendo investigado.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO