Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Conheça o remédio mais caro do mundo: uma dose custa R$ 8,78 milhões

Zolgensma usa terapia gênica para tratar doença genética rara que atinge crianças pequenas e pode levar a morte nos primeiros anos de vida

Redação Integrada

O FDA, órgão americano equivalente à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), aprovou, no final do mês passado, a comercialização do Zolgensma, o medicamento considerado o mais caro do mundo. Uma única dose deve custar US$ 2,12 milhões, cerca de R$ 8,78 milhões.

O remédio usa terapia gênica e é indicado para combater a atrofia muscular espinhal (AME) em crianças, uma doença genética rara que leva à morte nos primeiros anos de vida. A atrofia causa uma degeneração nos neurônios e paralisia progressiva. Cerca de 90% dos pacientes com o problema morrem aos 2 anos de idade.

Com a liberação do Zolgensma, pessoas com AME possuem agora dois tratamentos contra a doença, já que o mercado já oferecia o Spinraza, outra opção, mas com custo também elevado: R$ 1,3 milhão por ano. Em abril, o Ministro da Saúde assinou a incorporação do Spinraza à Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) para pacientes com AME, ou seja, está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS).

Bebê Laura - A pernambucana Laura Ferreira Carvalho, de apenas 5 meses, já tomou a dose do medicamento mais caro do mundo. Diagnosticada com AME com apenas 34 dias de vida graças a um exame de DNA, a bebê conseguiu participar do estudo clínico do Zolgensma no Massachusetts General Hospital, em Boston, nos Estados Unidos, e foi uma das crianças a receber a droga sem custo.

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO