Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Bactéria legionella é causa de surto de pneumonia na Argentina

Os sintomas incluem febre, falta de ar e dores musculares e abdominais

Luciana Carvalho

O ministério da saúde da Argentina confirmou que o surto de pneumonia na cidade de San Miguel de Tucumã, no noroeste do país, foi provocado pela bactéria legionella. Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), escritório regional da OMS, Onze casos foram relacionados à única clínica privada da cidade, Luz Médica. Quatro pessoas morreram. As informações são do portal Metrópoles.

“Estamos tipificando o tipo específico da bactéria, mas é possível que seja [legionella] pneumophila. É uma bactéria que se transmite por via inalatória, através da água ou do ar-condicionado”, disse a ministra da Saúde da Argentina, Carla Vizzotti, em coletiva de imprensa no último sábado (03).

VEJA MAIS

Varíola dos macacos: Belém chega a 8 casos e é o município com mais infectados
A Sespa informou que 23 pacientes estão sendo investigados com suspeita da doença

Pesquisadores detectam traços do vírus da varíola dos macacos em pacientes sem sintomas
Cientistas ainda não sabem se pessoas sem sinais da doença podem transmiti-la, mas confirmam a necessidade de vacinar o grupo de risco

Confira os locais de vacinação na Grande Belém nesta segunda (5)
Serão aplicadas vacinas contra poliomielite, covid-19, gripe, sarampo e outras doenças na Multivacinação

O que é a doença?

A doença dos legionários, também conhecida como legionelose, é uma pneumonia rara e muito grave sobretudo para pessoas com condições de risco pré-existentes com mais de 50 anos, segundo Carla.

Ela é provocada por bactérias da espécie Legionella, podendo ser transmitida através da aspiração em ambientes de água doce, como lagos e riachos, ou gelo contaminados. A infecção também pode ocorrer através da inalação de aerossóis contaminados produzidos por sprays, jatos ou névoas de água.

Quais os sintomas?

Os sintomas incluem febre, falta de ar e dores musculares e abdominais, podem levar à um quadro de pneumonia em ambos os pulmões. Os primeiros pacientes, incluindo cinco profissionais de saúde e um paciente tratado na enfermaria de terapia intensiva da clínica, apresentaram sintomas entre 18 e 22 de agosto.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO