Vacaria foca em partida contra o Paysandu, mas diz que Remo precisa pensar no futuro

Gaúcho diz que gosta de disputar clássicos e vive uma grande ansiedade pela partida deste domingo (17)

Vacaria não esconde sua ansiedade para entrar em campo no Mangueirão no primeiro RexPa do ano neste domingo (17). Contudo, o gaúcho conhecido pela "pressão" que faz nos adversários dentro das quatro linhas, não confirmou sua presença no clássico, dizendo o tempo todo que a decisão é do técnico João Nasser, o Netão.

"Sabemos que devemos uma resposta imediata ao torcedor, mas também sabemos que será um jogo bastante difícil, se tratando de um clássico. Se eu tiver a oportunidade, vou dar o meu melhor, mas sei que quem entrar em campo também fará um bom trabalho", disse o jogador. 

A "resposta" que ele cita é em razão da eliminação do Remo da Copa do Brasil após a derrota diante do Serra na última quinta-feira (14). Agora, focando totalmente do Parazão, o "Pitbull" espera entrar em campo no Mangueirão, pois, segundo ele mesmo, é um jogador que gosta de clássicos. "Sabemos que jogar em um RexPa envolve muita paixão. Tenho certeza que nossos torcedores estão em uma expectativa muito grande, e eu também, pois gosto muito de clássicos. Meu estilo é esse, jogos decisivos", frisou o gaúcho. 

Mesmo com toda a empolgação para o jogo contra o rival, Vacaria disse que o foco do Remo é muito mais amplo nesta temporada, é que deve-se pensar sempre na competição como um todo. "Temos que pensar sempre grande. Não temos que pensar só no Paysandu, pois isso é muito pequeno pro Remo. O Remo é grande, de massa. Temos que pensar lá na frente" destacou o Pitbull. Remo e Paysandu se enfrentam neste domingo (17), às 16h, no Mangueirão. A partida éválida pela 4ª rodada do Parazão e terá transmissão lance a lance pelo OLiberal.com

 

Remo