Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Remo sai na frente, mas sofre virada e perde para o Brusque pela Série B

Com o resultado, Leão chegou ao quarto jogo sem vencer na Segundona

Caio Maia/ O Liberal

O Remo perdeu para o Brusque por 3 a 1 na tarde desta sexta-feira (15) no estádio Augusto Bauer, no interior de Santa Catarina, e chegou ao quarto jogo sem vencer na Série B. Depois de abrir o placar com Pingo, o Leão sofreu dois gols relâmpagos no segundo tempo - Luizão, aos 10, e Thiago Alagono, aos 12 - e perdeu fôlego no jogo. Aos 48, Edu fez o terceiro do quadricolor.

VEJA COMO FOI A PARTIDA LANCE A LANCE

Com o resultado o Leão estacionou na 12ª posição, com 38 pontos. Já o Brusque voltou a respirar na briga contra o rebaixamento e subiu à 14ª colocação, com 35 pontos.

O próximo jogo do Remo pela Série B será no domingo (24) contra a Ponte Preta, pela 31ª rodada, no estádio Baenão, às 16h. A partida terá transmissão lance a lance pelo Oliberal.com.

Chuva atrapalha o jogo

O grande protagonista da partida nos primeiro 45 minutos foi o gramado. Devido a uma forte chuva que atingiu a cidade do interior de Santa Catarina, o campo do estádio Augusto Bauer ficou bastante encharcado, impedido que a bola rolasse com qualidade. Com isso, o início de jogo foi marcado por muitos passes errados e várias faltas.

No entanto, o Remo se saiu melhor nas condições adversas e tinha mais a bola nos pés. É verdade que o Brusque chegou a agredir o Leão em algumas vezes, principalmente em jogadas de contra-ataque, mas era o Remo que acumulava as melhores chances.

O gol saiu em jogada trabalhada. Lucas Tocantins saiu da área e abriu espaço para Pingo fazer a infiltração. O volante aproveitou bem cruzamento de Thiago Ennes e abriu o placar.

Após balançar as redes, o Remo continuou tendo as melhores chances de gol. Thiago Coelho até chegou a sujar o uniforme, mas em apenas duas oportunidades, antes do apito do intervalo.

Gols relâmpagos

Com o gramado mais seco, o Brusque cresceu no jogo e passou a agredir mais no retorno do intervalo. A tônica do quadricolor eram os lançamentos longos para a área. Foi assim que a equipe catarinense virou o jogo, em menos de 5 minutos. Aos 10 e aos 12 minutos, em dois cruzamentos, Luizão e Thiago Alagoano aproveitaram bolas lançadas na área e marcaram. 

Depois do gol, quem seguiu com as melhores chances da partida foi o Brusque. Nos 20 primeiros minutos, o quadricolor catarinense teve mais duas chances de ampliar o placar, com Thiago Alagonao e Edu.

Thiago Coelho salva o Remo

Com a partida favorável, o Brusque teve a oportunidade de selar o placar. Aos 27 minutos, o árbitro foi chamado pelo VAR para rever um lance e marcou pênalti. Na cobrança, Thiago defendeu a penalidade e evitou o gol.

No entanto, a insistência do Brusque seria recompensada ao final do jogo. Aos 48 minutos da etapa final, Edu completou uma bela cabeçada no ângulo e fez 3 a 1. 

Santo Edu de Brusque

No final da partida, um lance inusitado aconteceu. A arbitragem marcou pênalti após dividida entre Ruan Carneiro e Jefferson. No entanto, o goleiro do Brusque levou a pior e e precisou ser retirado de ambulância. Como o time de Santa Catarina já havia feito as cinco substituições, o artilheiro Edu foi pro gol. Na cobrança, ele pegou o pênalti de Gedoz, mas Rafael Jansen marcou no rebote. No entanto, o lance foi anulado por invasão.

FICHA TÉCNICA

Brusque x Remo - 30ª rodada da Série B
Data: 15/10/2021
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC)

Gols: Pingo 13/1T (REM); Luizão 10/2T, Thiago Alagoano 12/2T e Edu 48/2T (BRU).

Cartões vermelhos: não houve

Cartões amarelos: Sandro, Zé Mateus, Edu e João Carlos (BRU); Marlon e Marcos Júnior (REM). 

Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Assistente 1: Leirson Peng Martins (RS)
Assistente 2: Luiz Augusto Silveira Tisne (RS)
Quarta Árbitra: Maíra Mastella Moreira (SC)
VAR: Daniel Nobre Pins (RS)

BRUSQUE
Ruan Carneiro; Toty, Claudinho, Luizão (Sandro) e Airton (Edílson); Rodolfo Potiguar, Zé Mateus (Evandro), Thiago Alagoano (Bruno Alves), Jhon Cley e Garcez (Hugo Borges); Edu. Técnico: Waguinho Dias

REMO
Thiago Coelho; Thiago Ennes, Kevem, Marlon (Rafael Jansen) e Raimar; Pingo (Uchôa), Arhtir (Ronald) e Marcos Júnior (Jefferson); Lucas Tocantins, Felipe Gedoz e Victor Andrade (Neto Pessôa). Técnico: Felipe Conceição.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES