Treinador do Paysandu, Itamar Schulle alega ineditismo da pré-temporada: 'Situação diferente'

Tempo de trabalho é considerado curto, conforme opinião do comandante alviceleste

Nilson Cortinhas

O treinador do Paysandu, Itamar Schulle, vai completar uma semana de trabalhos específicos no Paysandu objetivando a temporada 2021. 

E Schulle está aparentemente preocupado com o início do Campeonato Paraense, marcado para o dia 28, em que os bicolores vão encarar o Castanhal. A explicação é simples e baseada em fatos: a remontagem do elenco alviceleste, aliada ao pouco tempo de preparação, não tende a ser um benefício para o Paysandu.  

Muito pelo contrário... "Este ano, está sendo atípico. É a primeira vez que faço uma pré-temporada que terei 18 treinamentos e vou ter que estrear, com um grupo novo. É difícil, situação diferente do que habitualmente acontece", disse Itamar. "Temos tido cuidado. Cada dia de treino é muito valorizado. O ideal era ter, no mínimo, 25 dias para trabalhar", observou.

O comandante bicolor ainda comentou a respeito dos rivais. "Há adversários em competição, outros com preparação de 30, 40 dias...", colocou. "O nosso trabalho é recente, de bastante parte física. Que possamos colher o fruto dessa mini pré-temporada. Sabemos o que a torcida espera e deseja. Agora tem que ter paciência nesse momento", garantiu.

Segundo ele, apesar das dificuldades, o trabalho é criterioso. "Estamos montando um grupo novo, remanescente apenas três quatro jogadores. Subimos meninos com idade de base. Estamos formando um grupo novo, com atletas chegando. Isso em poucos dias. Tivemos sete trabalhos e já estamos a uma semana de estrear. É muito recente. Mas temos feito o melhor possível com esse tempo. Gradativamente, crescendo".

 

Veja outras declarações do treinador 

Adaptação ao clube 

"Tenho que me adaptar às condições que o clube tem, na área de contratação, como limite financeiro. Assim como o clube também vai me conhecendo".

Nova equipe
"Preparando a equipe com o que eu tenho no momento. Todos estamos trabalhando para o crescimento e contratações. Não só o camisa 10, como outros atletas que achamos ser cruciais. Aqueles que virão precisarão passar por essa etapa. Nosso pensamento é dar sequência a esse trabalho. A equipe base temos na mente. Mas é muito prematuro para estarmos colocando ou falando sobre isso. Divulgar é prematuro".

Evolução 

"Na parte técnica, muito pouco tempo para dizer que evoluímos. A evolução passo a passo. Treino a treino. O elenco sendo montado com todo cuidado. Primeiro dentro do orçamento. Nós olhamos para base e subimos atletas da base". 

Saída do lateral

"Nós entendemos a situação do Junior, achamos por bem optar pela sua saída. A ausência será suprida. Vamos tentar improvisar, outro caminho, estamos lutando para trazer mais um lateral, enquanto damos condições ao Israel para a sequência dos jogos que irão acontecer".   

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES