Maior clássico do Brasil: Historiador seleciona momentos marcantes dos quase 106 anos do Re-Pa

Re-Pa completa 106 anos no próximo dia 14 de junho

Andre Gomes

Eleito por voto popular o maior clássico do Brasil, o clássico Re-Pa é recheado de histórias, viradas e emoção. A equipe de esportes de O Liberal aproveitou o embalo, além da proximidade do aniversário de 106 anos desta rivalidade, e convidou o historiador Jorginho Neves para selecionar quatro momentos importantes e especiais do clássico mais disputado do mundo.

REMO

TABU CHEGA AOS 33 JOGOS

No Re-Pa do dia 7 de maio de 1997, o Remo chegou com um tabu de 32 jogos, mas em má fase. O time azulino perdeu a decisão da Copa Norte para o Rio Branco-AC dentro do Mangueirão quatro dias antes e teria um clássico pela frente. Agnaldo de Jesus, o Seu Boneco, ficou como o técnico interino para o jogo. "Eram 32 jogos de tabu e a torcida azulina temia uma derrota. Início de jogo: Paysandu 1 a 0. O placar foi mantido até os 35 do segundo tempo, quando em 10 minutos, o Leão marcou três gols, cravando o histórico jogo 33".

TÍTULO 100%

Outro momento do Remo em clássicos Re-Pa destacado pelo historiador, foi a vitória sobre o rival na última rodada do Parazão que o Leão conquistou em 2004. O título veio não apenas de forma invicta, mas os azulinos ganharam todos os jogos. Foram 14 partidas, 14 vitórias, incluindo quatro clássicos, dois com a Tuna e dois contra o Paysandu. Na última rodada, 2 a 0 sobre o Papão, gols de Gian e Rodrigo.

PAYSANDU

DECISÃO DO ESTADUAL DE 98

O primeiro momento histórico do Papão em Re-Pa, lembrado por por Jorginho Neves, foi a decisão do Parazão de 98. O Paysandu chegou sem conquistar o estadual há seis anos e o Remo era o atual pentacampeão. Mas o tabu seria quebrado: "[O Paysandu] atravessou ídolos azulinos como Agnaldo e Belterra e o título veio de forma invicta: 3 a 1 de virada na decisão do segundo turno, que valeu o titulo estadual pelo fato do time já ter vencido o primeiro turno".

TÍTULO DO PARAENSE DE 67

Segundo Jorginho, o Parazão de 67, conquistado pelos bicolores, foi considerado uns dos mais emocionantes da história do estadual. Campeão do primeiro turno, o Paysandu teve a oportunidade de levantar o troféu com a conquista do segundo: "Foram necessárias seis partidas para decidir o título. Após o Remo vencer o returno em três jogos, foram mais três Re-Pa na decisão do campeonato: o primeiro jogo e o segundo foi 0 a 0. Na terceira partida, o Paysandu ganhou pela sexta vez seguida do Remo de 2 a 0 e ficou com o título".

NÚMEROS

261 vitórias do Remo

236 vitórias do Paysandu

257 empates

Total de Jogos: 754

954 gols marcados pelo Remo
956 gols marcados pelo Paysandu

Total de gols: 1910

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES