Paraense busca ajuda para participar de seletiva de karatê no México

Marcos Felipe, recentemente, ganhou medalha de ouro no Pan-Americano no Equador

Braz Chucre

O carateca Marcos Felipe de Deus Farias, de 15 anos, voltou a brilhar no cenário das artes marciais. Foi o único paraense a conquistar medalha de ouro no Pan-Americano na categoria Cadete e campeão kumitê até 70 kg no evento que ocorreu no último fim de semana, em Guaiaquil, no Equador. O carateca conseguiu o feito inédito eliminando os representantes dos Estados Unidos, Venezuela, Chile e do Equador.

Marcos tem sua trajetória no karatê marcada pela superação, pois muitas vezes viaja com recursos dos familiares que bancam todas despesas. "Já aconteceu de dormirmos em aeroporto por não termos condições de pagar hotel. Mas, não existe vitória sem sacrifício", diz  Márcio Farias, pai do atleta.

No final de 2015, aos 12 anos, Marcos Felipe foi o único brasileiro a se tornar campeão mundial do 6º World Fudokan Karate Championship, em Belgrado, na Sérvia, torneio organizado pela World Karate-do Traditional Confederation (WKTC). O seu desempenho lhe rendeu um convite para disputar o Mundial da associação Wuko. Assim, conquistou dois títulos mundiais na mesma temporada.

Mudança

Por causa da frequente falta de apoio dos órgãos oficiais, a família decidiu transferir o atleta mirim para um clube de Santa Catarina, o Yokohama Karate Joinville, onde Marcio faz sua preparação para competições nacionais e internacionais.

Neste mês, exatamente no dia 26, o paraense precisa estar no México na disputa da seletiva ao Campeonato Mundial de Karatê. "Estamos precisando de recursos para custear a viagem. Contamos com amigos, vendemos rifas, fazemos sorteio de objetos, não vamos desistir da luta. O Marcos é o segundo do ranking nacional e só o primeiro de cada país tem vaga no Mundial. Ele está pronto, preparado para ganhar, contudo, só vai ao México se tiver ajuda", conta o pai.

O paraense está no tatame desde os quatro anos e tem uma carreira cheia de medalhas, troféus e títulos: ele é tetracampeão paraense, tricampeão brasileiro representando as federações de caratê interestilos, caratê olímpico e tradicional, é nove vezes campeão brasileiro e ainda acumula  três títulos mundiais.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!