Times da Série C formam comissão e planejam mudanças para a competição em 2020

Comissão é presidida pelo presidente do Santa Cruz-PE e conta com apoio do Remo, Botafogo-PB, Treze, Volta Redonda-RJ, Boa Esporte-MG e Ferroviário-CE

Fabio Will

A Série C 2019 está na reta final, mas a competição de 2020 já está sendo debatida. Após o término da primeira fase, os clubes eliminados estão com o calendário comprometido, alguns deles sem jogos oficiais até o estadual do ano que vem. Pensando nessa situação, clubes formaram uma comissão que visa a mudança no formato da próxima Terceirona.

A intenção dos clubes é de que a Terceirona seja disputada no mesmo formato das Séries A e B, com 20 clubes e 38 rodadas, tendo calendário até o mês de novembro. A comissão é liderada pelo presidente do Santa Cruz-PE, Constantino Júnior, e será discutida ainda neste mês de setembro, segundo informações divulgadas pelo site de Globo Esporte de Pernambuco.

“Já há uma movimentação de clubes e também política para que a gente consiga mostrar à CBF que é possível fazer. Com essa previsibilidade, essa antecedência de dar um calendário maior à Série C, a gente consegue aumentar as receitas e essas receitas vão custear essa logística”, disse o presidente do Santa Cruz.

O Brasileirão Série C terminou a primeira fase no último dia 25 de agosto e clubes tradicionais como Santa Cruz, Remo, Botafogo-PB, Treze-PE e Volta Redonda-RJ, ficaram de fora. O Remo ainda joga a Copa Verde e a Copa Pernambuco, que é uma competição local.

"Presidimos essa comissão de clubes da Série C para levar um pleito à CBF e consiga estender a competição", frisou Constantino Junior.

A comissão que luta por essas mudanças é formada pelos seguintes clubes: Santa Cruz, Remo, Volta Redonda, Boa Esporte-MG, Ferroviário-CE, Botafogo e Treze. Equipes como Ituano-SP, Brusque-SC, Jacuipense-BA e Manaus-AM, que subiram para a Série C também possam integrar o grupo para pleitear mudanças.

A mudança de calendário estendido para os clubes da Série C já foi discutida para ser aplicada em 2019. “Com um calendário maior, conseguiremos negociar melhor os direitos televisivos. E esse aumento no investimento bancaria essa condição. É isso que queremos levar com essa comissão formada pelos clubes”, finalizou Constantino.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!