Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

GUIA: O que torcedores de Remo e Paysandu precisam saber antes do início da Série C 2022

As duas equipes com mais torcida no Pará estão entre os postulantes ao acesso nesta temporada. No entanto, clubes chegam em momentos distintos à competição.

Caio Maia

Novos clubes, novo formato, mas um velho objetivo: o acesso. A Série C do Campeonato Brasileiro começa neste sábado (9), com 20 times brigando por quatro vagas na Segunda Divisão ano que vem. O torneio, que terá mais partidas em relação a edições anteriores, está previsto para ser concluído em outubro.

As duas equipes com mais torcida no Pará, Remo e Paysandu, estão entre os postulantes ao acesso nesta temporada. No entanto, os clubes chegam em momentos distintos à competição.

A equipe de O Liberal elaborou um guia da competição, explicando o regulamento, favoritos ao acesso e fazendo uma análise de momento da dupla Re-Pa. Veja:

Qual o regulamento?

Reunião de clubes definiu novo regulamento da Série C (Lucas Figueiredo / CBF)

Em 2022 a Série C adotará um formato inédito. Ao contrário do que ocorreu em edições anteriores, as equipes não serão divididas em grupos. Todas as equipes jogarão entre si, em turno único. Os oito primeiros da classificação geral garantem vaga à segunda fase do torneio. Já os quatro últimos colocados serão rebaixados à Série D.

Na elaboração da tabela, a CBF utilizou um critério técnico para definir o número de jogos que cada equipe realizará dentro e fora de casa. Os dez melhores ranqueados do torneio jogarão dez partidas em casa e nove fora, enquanto o restante fará dez partidas como visitante e nove como mandante.

Na segunda fase, os oito classificados serão divididos em dois grupos com quatro equipes. Os clubes se enfrentam em jogos de ida e volta dentro e os dois melhores de cada chave estão garantidos na Série B 2023. Os líderes dos grupos fazem a final.

Como chega o Remo?

Remo comemorou o 47° título paraense no escuro, na Curuzu (Cristino Martins / O Liberal)

O Leão chega para a estreia na Série C com a moral elevada após conquistar o título estadual em cima do maior rival. No entanto, as atuações da equipe azulina durante o Parazão não encantaram e a torcida remista ainda exige melhor desempenho em campo.

Para qualificar o elenco em busca do acesso à Série B, o clube trouxe jogadores mais rodados, como o atacante Rodrigo Pimpão e o volante Jean Patrick. Eles se juntam a outros destaques do clube, como o goleiro Vinícius, o zagueiro Daniel Felipe, o meia Felipe Gedoz e o atacante Brenner.

Estreia:
Remo x Vitória - sábado (9) - 17h - Baenão

Como chega o Paysandu?

Danrlei é um dos destaques do Paysandu na temporada (Cristino Martins/O Liberal)

Enquanto a trajetória do rival é ascendente, a do Paysandu parece ir em sentido contrário. A equipe bicolor começou a temporada com bons resultados no estadual e desempenho animador dentro de campo. No entanto, resultados ruins na reta final do Parazão revelaram fragilidades do sistema defensivo bicolor, que precisam ser corrigidas até a estreia na competição.

A base do elenco do Bicola é a mesma do início do ano. Os destaques da equipe são o lateral João Paulo, os meias Ricardinho e José Aldo e os atacantes Marlon e Danrlei. Nos últimos dias, reforços defensivos, como o zagueiro Bruno Leonardo e Douglas foram anunciados.

Estreia:

Paysandu x Atlético-CE - sábado (16) - 19h - Arena Verde*

*Paysandu joga as duas primeiras partidas como mandante na Série C em Paragominas. A medida é uma punição pela invasão de campo na partida contra o Ituano, pela Série C do ano passado.

Quem são os favoritos ao acesso?

Jadson em ação na estreia pelo Vitória, contra o Juazeirense, no Campeonato Baiano (Pietro Carpi / EC Vitória / Divulgação)

Além de Remo e Paysandu, postulante a uma das quatro vagas à Série B de 2022, outras quatro equipes aparecem como favoritas ao acesso: Vitória, Figueirense, Mirassol e Confiança.

O Vitória chega à Terceirona sob desconfiança da torcida. O clube terminou o Campeonato Baiano na 5ª posição e não se classificou para a segunda fase pelo quarto ano consecutivo. O técnico Dado Cavalcanti, ex-Paysandu, foi demitido após a eliminação, e Geninho chegou para substituí-lo.

Já o Figueirense chega com uma base estruturada para a Série C.  A equipe chegou nas semifinais do estadual, mas está de olho no mercado em busca de reforços para encorpar o elenco.

O Mirassol passou por uma grande reformulação antes da Série B. Após o bom início de temporada, várias mudanças após o término do Paulistão. O técnico Eduardo Baptista, ex-Remo, e alguns titulares, deixaram o clube. Em contrapartida, o clube contratou o técnico Ricardo Catalá e oito reforços.

Apesar de invicto na temporada, o Confiança vive um momento de turbulência. O Dragão ficou de fora da final do Campeonato Sergipano pelo segundo ano consecutivo e por isso, terá calendário e receitas menos recheados em 2023. No entanto, a maior perda do clube ocorreu na direção. O presidente Hyago França renunciou ao cargo a menos de uma semana da estreia na Série C.

Primeira rodada:

Sábado (9)

  • Ypiranga x Aparecidense - 11h - Colosso da Lagoa
  • Atlético-CE x Campinense - 15h - Domingão
  • Remo x Vitória - 17h - Baenão
  • Botafogo-PB x São José - 18h - Almeidão
  • Volta Redonda x Figueirense - 19h - Raulino de Oliveira

Domingo (10)

  • Floresta x Confiança - 16h - Ronaldão
  • Altos x Botafogo - 19h - Lindolfo Monteiro
  • Mirassol x Ferroviário - 19h - Municipal de Mirassol

Segunda-feira (11)

  • Brasil de Pelotas x Manaus - 20h - Bento Freitas

Terça-feira (19)

  • ABC x Paysandu - 19h - Frasqueirão
Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES