Com novas administrações, Remo e Paysandu conseguem parceiros importantes

Juntos os clubes fecharam com nove patrocinadores

Fabio Will

O mercado de patrocínios no futebol está cada vez mais amplo. Em Belém, a dupla Remo e Paysandu segue fechando parcerias, mesmo estando na reta final da temporada. Em 2019 os presidentes de Leão e Papão conseguiram formalizar um bom número de patrocinadores juntos.

As duas agremiações iniciaram a temporada de com novos presidentes. Fábio Bentes pelo Remo e Ricardo Gluck Paul pelo Paysandu, ambos já trabalharam com marketing e conseguiram agregar investidores para seus respectivos clubes. Muitos dos patrocínios são os mesmos das duas equipes.

Além da parceria com a casa de apostas, Remo e Paysandu fecharam também em 2019 com empresas de metais e cabos, materiais de construção, rede de farmácia, plano de saúde, empresa de energia, gêneros alimentícios, cervejaria, laboratório e hospital. No total, nove empresas patrocinam ao mesmo tempo as duas equipes.

Para o professor de gestão esportiva Cristian Costa, as coisas precisam ser analisadas através do mercado de cada região. Mas é preciso ter moderação, já que o muito, pode não ser o melhor.

“As camisas dos clubes no último domingo estavam repletas de marcas. Isso é bom por um lado, gera receita, mas pode ocorrer um efeito contrário. A marca ficar escondida e não ter o seu devido retorno. Um exemplo é a camisa do Flamengo, que possui apenas um patrocinador e ele acaba sendo lembrado até por quem não torce pelo clube. Nesse caso o menos é mais. O ponto positivo é que os dois presidentes entenderam que Remo e Paysandu juntos são mais fortes e que são adversários, não inimigos”, disse.

Cristian falou um pouco do mercado paraense que disse que é possível ter patrocínios diferentes apoiando as agremiações.

“O mercado de Belém ainda pesa a possibilidade de apoiar A e perder o público B, mesmo com estudos mostrando o contrário. Os clubes podem ter parceiros de várias formas, a rede social é uma dela”, falou.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!