Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Atacante Ibrahimovic admite que está próximo de se aposentar: ‘Estou um pouco assustado’

Jogador de 40 anos também disse que se sente 'frustrado' com as chances que está tendo no Milan

Aila Beatriz Inete

O jogador sueco Ibrahimovic disse que está perto de se aposentar. Atualmente no Milan, o atacante de 40 anos contou, em entrevista à ESPN, que está "assustado" com a possibilidade de encerrar a carreira no futebol agora e admitiu que tem tentado adiar esse momento. 

“Estou perto do fim da linha e estou um pouco assustado. Qual seria o próximo capítulo? Existem várias possibilidades, poderia fazer muitas coisas, mas a adrenalina que tenho agora dentro de campo não sei se encontraria em outro lugar. Estou tentando adiar [minha aposentadoria]. Obviamente, para continuar jogando, tenho de estar bem fisicamente e me divertir. Não adianta jogar sofrendo. Aí é melhor ser realista e dizer ‘já chega’ e iniciar uma nova etapa”, declarou o jogador.

VEJA MAIS 

Ex-São Paulo, Lugano é sincero sobre Ibrahimovic: 'Bom no futebol e porrada'
Uruguaio foi companheiro de Zlatan nos tempos de PSG e viu de perto o personagem 'bad boy' do sueco

Ibrahimovic publica encontro com Ronaldo Fenômeno
Atacante é fã declarado do craque brasileiro e brincou com a cena

Por lesão no joelho, Ibrahimovic está fora da Eurocopa
Mesmo sem precisar operar, sueco tem tempo de recuperação estimado em seis semanas e desfalcará sua seleção na competição

Mesmo sabendo que o fim da carreira está próximo, o atacante disse que mantém o foco para ajudar o Milan dentro de campo. 

“E faço isso há 25 anos. É como ser um soldado. Estou perto do fim da linha, mas ainda não [estou aposentado]. Se já estivesse pensando [em parar de jogar], não conseguiria ajudar meus companheiros”

Ibrahimovic se lesionou durante a temporada 21/22, mas em 25 partidas, o sueco marcou oito gols e tem três assistências. Mesmo com o seu histórico como atacante, o jogador revelou que não está satisfeito com o tempo que tem dentro de campo com o Milan. 

“Estou frustrado, porque gostaria de jogar todas as partidas. Adoro jogar, a adrenalina de entrar em campo é incrível. Se não posso jogar, tento ajudar a equipe de outra forma, dando apoio aos meus companheiros. Sofro quando não estou em campo, gostaria de fazer mais”, concluiu.

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes)

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES