Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Transição de carreira exige planejamento e organização

Especialista orienta que os trabalhadores devem se preparar financeira e pessoalmente antes de mudar de emprego

Elisa Vaz

A falta de perspectiva de crescimento em uma empresa pode motivar muitos trabalhadores a mudarem de área – pelo menos é isso que aponta uma pesquisa recente da Pagegroup. A insatisfação com o cargo atual, a falta de oportunidade de crescimento financeiro, o clima organizacional com prejuízos à saúde mental e a falta de reconhecimento profissional também podem ser colocados em avaliação na hora da decisão.

Outro fator que resulta na transição de carreira profissional é o complemento de renda, por isso tantos trabalhadores apostaram em novos segmentos durante a pandemia da covid-19. Especialista em empreendedorismo, desafios e ações, atualização profissional e entidade de classe, Sabrina Favacho explica que houve uma mudança no “mindset”, ou seja, na forma de pensar do mercado de trabalho. Segundo ela, isso foi provocado principalmente pela oportunidade de adaptação, em função do cenário pandêmico em que se fez necessário um processo de adequação para o mundo do trabalho.

“Várias pessoas perceberam que já viviam uma realidade de insatisfação com a posição profissional e tiveram uma oportunidade de melhorar profissionalmente. Esse momento provocou um olhar sobre a carreira, bem como se desafiar à mudança e se enxergar com novas habilidades e competências. A certeza se comprova quando este profissional pesa os prós e contras, avaliando tanto os ganhos como as perdas, sem deixar de considerar que toda mudança traz novos comportamentos e novos olhares”, avalia Sabrina, que é graduada em ciências contábeis, mestre em administração e atual diretora da Universidade da Amazônia (Unama) de Castanhal.

Mas, antes de dar o passo pela mudança, o trabalhador precisa ter certeza do que quer. Isso evita que ele tome decisões por impulso ou mude por alguma influência do momento, na opinião da especialista. “É necessário ter o pé no chão, se programar para as dificuldades da mudança e, acima de tudo, estar feliz com esse novo passo que está dando, porque nenhum esforço será válido se a pessoa não estiver preparada para essa transição rumo a uma nova jornada”.

Especialistas da área dizem que, para uma boa transição de carreira, é necessário, antes de tudo, ter clareza nos objetivos profissionais - além disso, ter um bom planejamento, inclusive da parte financeira. Sabrina afirma que planejar é uma das partes mais importantes do processo. “Pode ser pessoal, profissional ou financeiro, é necessário para que essa mudança aconteça sem grandes sacrifícios, considerando que há um contexto muito maior a ser preservado, pois ela impacta na vida de terceiros também”, comenta.

Quem decidir mudar de carreira precisa também estar preparado para ingressar em um novo mercado, se adaptar à nova rotina, se enturmar ao novo ambiente, às novas culturas, está sempre disposto aos desafios, além de ter consciência, estabelecer metas e estar aberto ao desconhecido.

Dicas para ter uma boa transição de carreira

  1. Saiba qual a formação necessária para a nova área: Dependendo da profissão, será preciso fazer uma nova graduação ou uma especialização mais aprofundada. Faça uma lista de qualificações essenciais para exercer a função e organize um calendário de estudos.
  2. Faça cursos: Sem experiência profissional prévia é difícil conseguir uma vaga no mercado, então a alternativa pode ser fazer cursos, para adquirir conhecimento na área. Pode ser um curso online ou presencial, de curta, média ou longa duração e em vários níveis.
  3. Busque experiências. Não é só a atuação profissional anterior que importa na hora de uma seleção. Trabalhos voluntários, cursos e outras atividades extras podem ser interessantes para o recrutador.
  4. Participe de seleções: Após a fase de preparação, comece a se inscrever em processos seletivos para adquirir experiências. Demonstre estar preparado, interesse em se desenvolver e paixão pela nova profissão. Mostre suas habilidades ao recrutador.
  5. Se prepare financeiramente: A remuneração em uma nova área poderá ser mais baixa do que o profissional estava acostumado, afinal, ele vai começar do zero. É preciso estar preparado financeiramente para conseguir se manter até atingir a estabilidade no orçamento.

Saiba o que pode atrapalhar a transição de carreira

  1. Agir impulsivamente: É interessante ter sempre um plano bem estruturado para não se arrepender no futuro. Por isso o trabalhador deve primeiro tentar conseguir outro emprego antes de pedir demissão.
  2. Fechar-se para outras opções: O profissional não deve excluir oportunidades na hora de trocar de carreira – daí a importância de ter um plano.
  3. A teoria é diferente da prática: Antes do compromisso com um novo emprego, é interessante que o indivíduo conheça-o o melhor possível, para não ter expectativas não alcançadas, afinal, é possível que a ideia não seja exatamente como se pensou. O trabalhador deve conversar com profissionais daquele mercado para ter um panorama realista.
  4. Não ter uma reserva financeira: Para evitar obstáculos que podem atrapalhar o objetivo final, é necessário ter uma poupança de emergência. Saber que tem recursos para se manter por um período ajudará aquele profissional a fazer a transição de forma mais tranquila.
  5. Acreditar que dinheiro é tudo: O retorno financeiro não deve ser o fator principal para a escolha do próximo passo na transição de carreira. Outros fatores devem ser levados em conta, como as funções e a rotina daquela nova carreira, o ambiente de trabalho, a cultura da empresa, as possibilidades de desenvolvimento pessoal e profissional.

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA