Seplad inicia escolha da banca organizadora do concurso da Polícia Civil

Certame vai oferecer vagas para delegado, escrivão, investigador e papiloscopista

Redação Integrada

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad) iniciou, na quinta-feira (25), a concorrência na modalidade técnica e preço para a escolha da banca organizadora do concurso público para a Polícia Civil do Pará. O certame vai oferecer vagas para delegado, escrivão, investigador e papiloscopista.

Nesta fase inicial, a comissão de licitação composta, por servidores da Seplad e Polícia Civil, recebeu, presencialmente, os envelopes referentes à habilitação, proposta técnica e proposta financeira. O ato obedeceu às medidas de prevenção à Covid-19. 

Os envelopes lacrados com as propostas técnicas e de preço das empresas ficaram com a comissão, após serem assinados. Também foram abertos os envelopes de habilitação, momento em que as empresas e seus representantes analisaram os documentos exigidos no Edital.

A presidente da comissão de licitação, Íris Negrão, servidora da Seplad, informou sobre as próximas etapas da concorrência. “Na próxima fase, a comissão vai se reunir para analisar os documentos de habilitação apresentados hoje, e assim julgar os questionamentos apresentados durante a sessão, dos participantes que se habilitaram para a concorrência. Estamos trabalhando com total lisura, para que não aconteçam intercorrências”.

O resultado da análise dos documentos de habilitação será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), nos termos do Edital de Concorrência nº 001/2019, e então será aberto o prazo para recursos.

Transparência - A primeira sessão pública referente à escolha da banca organizadora do concurso da Polícia Civil foi transmitida ao vivo no perfil oficial da Seplad no Instagram. A Secretaria iniciou pela rede social um canal para esclarecer dúvidas sobre o processo. A ata da sessão de quinta já está disponível no portal Compraspara.

Segundo a titular da Seplad, Hana Ghassan, a sessão realizada é a soma do trabalho hábil da Seplad e Polícia Civil para que o concurso seja realizado com tranquilidade, proporcionando mais melhorias para a segurança pública.

“Trabalhamos com zelo pela transparência no andamento do processo, pois dessa maneira logo teremos mais servidores para garantir a segurança no nosso Estado”, enfatizou Hana Ghassan.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!