Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Concurso para Polícia Militar será realizado neste domingo, 6

O exame será aplicado em Belém, Altamira, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém

Redação Integrada

A prova para o cargo de praça masculino da Polícia Militar (PM) do Pará acontecerá no próximo domingo, 6, em Altamira, Belém, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém, com 67.103 candidatos disputando as 2.310 vagas ofertadas.

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad) afirma que “trabalha de forma cautelosa para que o cronograma referente ao certame da Polícia Militar seja executado seguindo todos os protocolos sanitários de combate à disseminação da Covid-19”.

O candidato Matheus Neves é um dos paraenses que aguarda com ansiedade a hora de fazer a prova. “A minha expectativa é grande para a prova e essa é a primeira vez que farei. Tenho um sonho, que é o de poder servir à Polícia Militar, pois eu já fui militar da Aeronáutica e quero ingressar na PM para ter mais conhecimento na área urbana”, disse.

A titular da Seplad, secretária Hana Ghassan destaca que o concurso faz parte de um planejamento anterior da gestão atual. “Trabalhamos sempre em prol de mais desenvolvimento para o nosso Estado e a realização de novos concursos faz parte do plano da atual gestão, que prioriza melhorias na segurança pública, além de mais qualidade na prestação de serviços. Com isso, também, teremos o aumento do efetivo para atuar nas ruas, proporcionando mais tranquilidade à nossa população”, anuncia.

Para a Polícia Militar, serão preenchidas 2.405 vagas, sendo 2.310 para Praças e 95 para Oficiais. As informações completas sobre os locais de prova serão informadas no site da Seplad.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA