Procon fiscaliza loja da Apple após denúncia de venda casada de celulares e carregadores em Belém

A prática de venda casada é considerada abusiva pelos órgãos de defesa do consumidor

Luciana Carvalho
fonte

Nesta quinta-feira (20), a Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Pará), fiscalizou a loja da Apple, localizada no Shopping Boulevard, em Belém para apurar a denúncia de comercialização de celulares sem os carregadores de bateria, prática considerada infração pelos órgãos de defesa do consumidor.

“Após constatar a venda casada, vamos autuar a empresa com um auto de infração e sanções administrativas previstas no Código de Proteção e Defesa do Consumidor”, informou Rodrigo Moura, coordenador de Fiscalização. No momento da ação, o estabelecimento comercial iniciava a venda do modelo iPhone 14.

Nos próximos dias, a loja da Apple será notificada pelo Procon Pará sobre a venda casada de celulares e carregadores. A fiscalização atende a uma determinação da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) que publicou, no Diário Oficial da União desta quinta-feira, um despacho orientando todos os Procons estaduais a efetuarem a fiscalização.

VEJA MAIS

image Apple é condenada a pagar R$ 100 milhões por vender celular sem carregador
Decisão também determina que empresa forneça o item a todos os compradores desde outubro de 2020

image Carregador único: lei que obriga empresas a aderirem à entrada USB-C é aprovada na Europa
Apple foi a mais impactada, já que utiliza um carregador exclusivo para os seus produtos

image Apple é multada em R$ 12 milhões pelo Procon-RJ por vender iPhone sem carregador
Empresa tem 20 dias para responder notificação; iPhone 14 pode ser impactado

De acordo com o documento, “a prática da empresa de retirar os carregadores das embalagens dos smartphones comercializados é veementemente repudiada pelos órgãos e entidades de defesa do consumidor atuantes em território nacional''. O documento determina também “a imediata suspensão, nos termos do art. 18, VI, do Decreto n.º 2.181/97, do fornecimento de todos os smartphones da marca iPhone, independentemente do modelo ou geração, desacompanhados do carregador de bateria”.

Prática abusiva 

O Código de Defesa do Consumidor considera a venda casada uma prática abusiva e proíbe, expressamente, sua ocorrência, considerando a conduta como infração à ordem econômica, com previsão de multas às empresas denunciadas. Outro modo de oferecer venda casada é garantir a aquisição de um bem ou serviço condicionando à aquisição de outro produto.

Como denunciar

O consumidor pode denunciar a prática de venda casada ao Procon Pará, por meio do Disque 151 ou pelo fone (91) 3073-2827, e ainda pelo e-mail proconatend@procon.pa.gov.br.

Outro meio de garantir atendimento no órgão é ir diretamente à sede, na Travessa Lomas Ventinas, 1.150, no bairro da Pedreira, ou às Estações Cidadania dos shoppings Pátio Belém e Bosque Grão-Pará. 

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Economia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA