Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Meu INSS: saiba como fazer prova de vida pelo celular

A prova de vida é um procedimento obrigatório para o segurado do INSS

Karoline Caldeira

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) possui uma plataforma online, o Meu INSS, que garante acesso aos serviços da Previdência Social via internet. O objetivo da plataforma é garantir um acesso mais facilitado para o cidadão aos benefícios e serviços sem necessitar do deslocamento até uma agência.

Os diversos serviços podem ser acessados pelo site, mas também tem aplicativo que está disponível para aparelhos Android e iOS. Entre os serviços ofertados, tem a prova de vida, essencial para aposentados ou pensionistas. A realização desse serviço por meio digital foi autorizada em fevereiro de 2021 e contemplou cerca de 5,3 milhões de beneficiários.

Confira abaixo o passo a passo para realizar essa exigência pelo celular:

VEJA MAIS

Meu INSS: conheça os serviços online da Previdência Social e como acessar
Entenda o que é a plataforma, quem pode acessar e como utilizar os serviços online do INSS.

INSS: como consultar o benefício pelo Meu INSS e tirar o extrato pela internet
Confira o passo a passo para verificar as informações de maneira virtual ou pelo aplicativo

INSS Digital: saiba o que é e como acessar
A plataforma é para acesso do advogado e cliente autorizado; saiba mais

O que é a prova de vida pelo celular?

A prova de vida é um procedimento obrigatório para o segurado do INSS. Através desse serviço, é possível comprovar que está vivo e continuar recebendo benefícios. Pelo celular, é dispensada a presença do beneficiário nas agências.

O serviço pelo aplicativo é bem simples: através da biometria facial. Com o uso da câmera do celular, é feito o reconhecimento facial e atestado prova de vida.

Como fazer a prova de vida pelo celular?

Primeiro, você precisa ter cadastro no aplicativo do Governo Federal. Em seguida, siga essas orientações:

  1. Instale os aplicativos Meu INSS, disponível para os sistemas Android e iOS, e o gov.br, também com disponibilidade para Android e iOS;
  2. No Meu INSS, clique no ícone "Prova de vida";
  3. Através da biometria, o próprio usuário irá verificar se você está apto a fazer a prova de vida;
  4. Se for positivo, aparecerá uma mensagem para baixar o app gov.br. Se for recusado, aparecerá uma mensagem orientando onde ver outras formas para realizar a prova de vida;
  5. Para prosseguir com o serviço, faça o login no app gov.br e clique no botão "Iniciar prova de vida";
  6. Realize a validação facial, clicando na opção "Autorizações";
  7. Selecione a autorização marcada como "Pendente" e clique em "Autorizar";
  8. Confirme a autorização.
  9. O aplicativo fará uma pergunta. Responda com a informação que está no seu documento
  10. Autorize que o aplicativo gov.br use a câmera do seu celular;
  11. Faça a captação das imagens de seu rosto;
  12. Siga os comandos da tela para que sua biometria seja finalizada;
  13. Volte ao aplicativo do Meu INSS para conferir o resultado da sua prova de vida, clicando em "Prova de vida".

Quem pode fazer a prova de vida pelo celular?

Para fazer a prova de vida digital, o segurado precisa já ter cadastrado a biometria no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para o título de eleitor, ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), para a carteira de motorista digital. Alguns bancos também autorizam que a prova de vida seja feita por meio de biometria, via aplicativos. Para isso, você precisa consultar o seu banco para saber se o serviço está disponível

(Estagiária Karoline Caldeira, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA