Feijão pressiona cesta básica com 70% de reajuste em Belém

Levantamento mostra que apenas em dezembro, houve um aumento de 30%

Redação Integrada

Entre os produtos da cesta básica que mais pressionaram a inflação na capital paraense está o feijão, segundo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA), que semanalmente afere o comportamento dos preços do grão.

Segundo o Dieese Pará, o feijão comercializado em supermercados de Belém apresentou alta de preço de 30,71% em dezembro de 2019, em relação a novembro do mesmo ano. Já em todo o ano de 2019, o preço do quilo do feijão teve aumento recorde de 69,97%.

Ainda segundo o Dieese, a tendência para janeiro ainda é de alta no preço do feijão.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!