Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Caixa tem filas e beneficiários dizem ter dificuldade em acessar aplicativo

Apesar da procura ser grande pelas agências, não havia aglomeração

Redação Integrada

Pessoas que aguardam para receber a nova rodada do auxílio emergencial, do governo federal, voltaram a fazer filas em frente às agências da Caixa, nesta quarta-feira (7), mas o movimento foi considerado menor em comparação aos outros dias. Alguns enfrentaram problemas para acessar o aplicativo Caixa Tem do celular e procuraram a instituição em busca de informações ou orientações. Foi o caso da dona de casa Jozielle Oliveira, de 41 anos, que espera receber R$ 150 e foi até a agência da Caixa de São Brás, uma das maiores e mais movimentadas de Belém. “Não vai ajudar muita coisa, agora humilhante é a gente ficar aqui nesse sol, a manhã toda”, disse.

Ela conta que chegou ao local um pouco depois das 7h e depois das 9h continuava aguardando para ser atendida. “Quando a gente chegou a fila já estava grande. E era pra resolver um problema rapidinho. Tentei me informar, mas a moça deu esses papéis e disse que era pra preencher”.

Apesar da procura ainda ser grande no local, não havia aglomeração. A entrada na agência era controlada e, do lado de fora, dois seguranças organizavam a fila, garantindo o distanciamento necessário como forma de prevenção ao novo coronavírus. Além disso, a fila era bem menor em comparação às que foram observadas em outros dias.

Espera

Carmem Ribeiro, doméstica de 60 anos, também não conseguia acessar o aplicativo pelo celular e procurou a agência. “Ontem eu vim e a fila estava enorme, então eu desisti. Hoje está bem menor. Eu já estou meia hora esperando”. Ela espera receber R$ 250. “Pra mim, que não tenho renda nenhuma, estou com 60 anos, não sou aposentada, é muito bom. Ajudo a pagar as contas do meu filho, porque mora eu e meu filho, ele é professor, mas tá parado, então estamos dependendo só desse auxílio. Ele foi ser motorista particular. Ele se formou como professor, mas veio a pandemia e não está trabalhando. Ajuda muito a gente a botar alimento na casa”.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, pediu na última terça-feira (6) que os beneficiários que vão receber a nova rodada do auxílio emergencial deem prioridade aos canais digitais. O uso do aplicativo Caixa Tem para movimentar o benefício, de acordo com Guimarães, é essencial para reduzir as filas nas agências em um momento de agravamento da pandemia de covid-19.

Até o dia 30 de abril, a primeira das quatro parcelas da nova rodada do auxílio está sendo depositada nas contas poupança digitais da Caixa. O saque em espécie ou transferência para uma conta-corrente poderá ser feito no período de 4 de maio a 4 de junho, dependendo do mês de nascimento do beneficiário. Até lá, o auxílio poderá ser movimentado exclusivamente pelo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos, compras em lojas eletrônicas e o pagamento por meio de código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos conveniados com a Caixa.

LEIA TAMBÉM

Banpará adota medidas de segurança para evitar aglomeração nas filas

 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA