Novela 'Bom Sucesso' aumenta venda de livros divulgados na trama

A história envolve uma editora de livros e sempre adiciona algum livro durante os capítulos

Redação Integrada com informações do jornal Extra

Um levantamento do portal de comparação de preços Zoom revelou que os livros que aparecem na novela 'Bom Sucesso' tiveram aumento de buscas de até 15%. O levantamento foi feito à pedido do jornal Extra, do Rio de Janeiro. O estudo foi feito em homenagem ao Dia Nacional do Livro, comemorado nesta terça-feira, dia 29. A novela começou no dia 29 de julho. As buscas realizadas quando uma determinada publicação apareceu na trama foram comparadas com as pesquisas feitas no mesmo período do ano passado.

O livro que mais teve aumento das buscas foi "O mágico de Oz", escrito por L. Frank Baum, um dos primeiros a aparecer na trama, principalmente durante leituras feitas por Alberto (Antônio Fagundes) e a neta Sofia (Valentina Vieira) com 15% de aumento. O segundo lugar foi "A letra escarlate", de Nathaniel Hawthorne que teve alta de 10% nas buscas. "A letra escarlate" provocou lágrimas e sonhos durante as viagens de trem de Paloma.

A porcentagem parecida teve o aumento da procura por "Alice no País das Maravilhas", de Lewis Carroll, também com 10%. O livro preferido de Paloma inspirou o nome de uma da filha mais velha (Bruna Inocencio) na trama e foi também o codinome pelo qual ela ficou conhecida por Marcos, após seu primeiro encontro amoroso com o personagem. 

Todos os nomes dos filhos de Paloma saíram de clássicos da literatura. A filha do meio, Gabriela (Giovanna Coimbra), é uma homenagem a obra "Gabriela, cravo e canela", de Jorge Amado, de onde Paloma. O livro teve aumento de buscas superior a 6%, mesmo o resultado de agosto de 2018, quando a história completou 60 anos.

Já os livros de Sherlock Holmes, do inglês Sir Arthur Conan Doyle, aumentaram 3% em setembro deste ano, quando o núcleo da editora Padro Monteiro que envolve o romance entre colegas ganhou destaque na novela, frente ao mesmo mês do ano passado. Na história Felipe (Arthur Sales) é aficionado pelas histórias de Sherlock Holmes, e tem uma paixão platônica por Irene Adler. Então, Evelyn (Mariana Molina) para conquistar Felipe passa a encarnar a figura sedutora de Adler, a partir de enredos criados pelos colegas de trabalho Taíssa (Yasmin Gomlevski) e Jeff (Felipe Haiut).

Segundo Rosane Svartman e Paulo Halm, autores da novela, estimular a leitura entre os espectadores é parte do desejo deles com trama. Os livros citados na novela dialogam com o momento vivido pelos personagens e também ajudam a compreender a essência. 

"Essa é nossa ambição ou nosso sonho. Uma telenovela fala para um público tão massivo, tão numeroso, que seria maravilhoso se uma parcela desse público ficasse a fim de ler, não só os livros que citamos, mas qualquer livro. As ideias vêm a partir do nosso repertório, de toda a equipe e também perguntando para amigos. A sugestão de Cyrano de Bergerac, por exemplo, foi do Fagundes. Estávamos procurando um livro de um personagem que se sacrificava por amor e ele deu esta sugestão", diz Rosane.

De acordo com o especialista de produtos do Zoom, Thiago Soares, a menção dos livros na novela influencia o comportamento do consumidor. A curiosidade faz com que os telespectadores procurem conhecer o livro. 

Televisão
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA