Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Não sei porque não conseguimos consertar o Brasil', declara Tarcísio Meira

Ator também revelou que não existe beijo técnico em cena

Agência Estado

Aos 84 anos de idade, Tarcísio Meira não se lembra de ter vivido em um Brasil sem crise política. No Conversa com Bial de terça-feira, 5, o ator falou também sobre desigualdade social no País: "Não sei porque não conseguimos consertar o Brasil. É um País muito rico, com gente muito boa, especial, e continuamos pobres. Existe uma pobreza no Brasil, é incrível, é revoltante. Eles (políticos) precisam dar um jeito nisso o quanto antes".

Com uma carreira de 60 anos na televisão, Tarcísio Meira revelou que não existe beijo técnico. "Não tem isso não! Beijo é beijo. Não tem como ser técnico. É bom! Os homens me odiavam", brincou o ator, que já perdeu a conta de quantos beijos protagonizou em novelas na TV.

Talvez, por pensar assim, Tarcísio tenha se apaixonado completamente por Glória Menezes, com quem é casado há 58 anos. O primeiro beijo deles foi justamente em cena. "Foi no fim de uma peça. Eu a beijava e a matava. Enforcando e beijando", relembra o ator. Ele afirma que o companheirismo continua mesmo após décadas de relacionamento. "A gente se gosta muito, se curte muito. Restaurante, cinema, teatro. A gente sai, não fica muito em casa", garantiu.

Tarcísio Meira protagonizou uma das novelas de maior Ibope da história da TV: Irmãos Coragem. Boni chegou a dizer que a trama deu mais audiência que a final da Copa do Mundo de 1970: "Diz ele que nós demos 93% de Ibope e o jogo deu 92%", afirma Tarcísio.

Tarcísio também é descendente de Tiradentes, queria ser diplomata quando jovem e até os dias atuais é um dos principais nomes do teatro e da TV brasileira. Filho de mãe paulista e pai mineiro, Tarcísio Meira adotou o sobrenome artístico em homenagem a dona Maria do Rosário, sua mãe, e, apesar de nunca ter imaginado se tornar um ator de novelas, capaz de marcar gerações, conta o que acredita ter sido a fórmula de seu sucesso: “Eu sempre tive o cuidado de trabalhar para o público. Sempre achei ser necessário fazer o personagem focado no que as pessoas queriam. Nem sempre agradei, mas o meu público eu procurava contentar”.

Tarcísio Meira tem em sua voz uma mistura de doçura e firmeza e reconhece o valor que agregou à dramaturgia de nosso país, sem esquecer os seus aprendizados quando ainda era ator de teatro: “As pessoas entram no teatro querendo acreditar em algo”, diz ele que teve sua estreia marcada em 1957, na peça “A Hora Marcada”. Sobre a mudança dos tempo, Tarcísio não se ilude: ”A novela nada mais é do que um teatro popular".

Sobre a idade, ele reconhece que os anos vividos lhe trouxeram coisas boas, como a companhia de sua mulher Glória Menezes. Tarcísio e Glória protagonizaram a primeira novela diária da televisão brasileira, em 1963.

Televisão
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM TELEVISÃO

MAIS LIDAS EM CULTURA