Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cantora Liah Soares lança novo single para celebrar o amor

'Pra te colecionar' já está nas plataformas digitais e faz parte do sexto álbum autoral da paraense: 'Infinito'

O Liberal

Com sonoridade de sobra, alguns instrumentos musicais e muitos vocais, a cantora, compositora e multi-instrumentista paraense Liah Soares lança o single “Pra te Colecionar”, o sexto do álbum autoral “Infinito”, produzido por Zeca Baleiro, que deve ser finalizado ainda neste segundo semestre.

A canção, já disponível em todas as plataformas digitais de música, é uma parceria com o rapper Knust e terá direito a clipe com estreia marcada para o próximo dia 17.

A faixa é uma balada pop que celebra o amor. "Eu a escrevi no início do meu namoro com o Carlo (o ator Carlo Porto), naquele auge da paixão em que você quer estar perto o tempo todo. Tivemos um momento complicado de adaptação, administrando a distância, já que ele estava gravando uma novela em Portugal e eu tinha compromissos no Brasil. A saudade era grande e por isso eu canto ‘Te Guardei em Cada Olhar/ Só pra te Colecionar’”, revela a cantora.

Momentos especiais como esse têm rendido ótimas canções à Liah, como é o caso também de “Dizem que amar é assim”, parceria dela com Zeca Baleiro, que também faz parte do álbum e é uma homenagem à filha da artista.

“A vida me inspira e é claro que esses momentos especiais acabam sendo fonte de puro sentimento, se transformando facilmente em melodia e letra. Eu me inspiro também com questionamentos, a matéria humana é de uma riqueza sem tamanho”, ressalta.

A cantora define o single como um “baú de memórias” e explica o porquê: “Nessa canção em específico falo sobre os sorrisos e momentos que colecionamos das pessoas que amamos, as imperfeições perfeitas que aquecem nossos corações num momento em que estamos distantes, mas podemos recorrer a essas lembranças e de certa forma revivê-las dentro da gente”, justifica.

[

O nome de Knust para parceria com ela nessa música surgiu a partir de uma conversa com o produtor do álbum. “Desde quando compus essa música imaginei uma parte meio trap e quando comentei com o Zeca pensamos em convidar um rapper para trazer esse rap com bastante melodia para se encaixar na música. O nome do Knust surgiu na mesa e eu já conhecendo o trabalho dele na hora percebi que seria a melhor opção”, comenta.

Knust faz parte da nova geração do rapper e de 2016 a 2019 trabalhou para a gravadora 1Kilo, onde lançou canções de sucesso como "Reza Sincera", "Duro Igual Concreto" e o hit "Deixe-me ir" - pela qual recebeu disco triplo de platina com mais de 450 milhões de streamings - fato único no rap - sendo uma das músicas mais tocadas no Brasil nos últimos anos. Emplacou ainda participações com artistas como Luccas Carlos, Xamã e Matuê.

O convite foi recebido pelo rapper em um momento especial de sua vida. "O nascimento do meu filho há poucos meses me fez refletir sobre responsabilidades, vida, amor e música. Ultimamente tenho feito canções mais calmas, sobre esse sentimento que conecta os seres perto de mim e tenho aprendido até com minhas próprias composições. Quando recebi o convite para participar de uma música com a Liah, encaixou perfeitamente”, contou.

Clipe

Por conta da pandemia, a produção do clipe da música “Pra te Colecionar” foi desenvolvida de maneira diferenciada. “Como ainda estamos vivendo em um momento de certas restrições e cuidados de distanciamento social, lembrei que tínhamos algumas imagens pessoais das viagens que fiz à Portugal nessas visitas a ele (ao namorado na época e atual marido) e elas caíram como uma luva para o clipe, nada mais justo, já que a canção se trata de um baú de memórias daquele momento”, ressalta.

“Infinito” é o quinto trabalho autoral da carreira de Liah e além de canções sobre o amor, aborda outros temas. “Algumas canções do álbum tem essa pegada, porque ele foi concebido num momento único da minha vida em que eu estava gerando a minha filha, mas tem canções também que falam sobre o desenvolvimento pessoal de cada um, que acredito que se intensificou diante dessa pandemia que todos enfrentamos. Lidar com as perdas e incertezas, de alguma maneira traz sempre o aprendizado“, acredita.

O trabalho é resultado da parceria da artista com Zeca Baleiro. “O Zeca tem uma cabeça brilhante e foi ele quem enxergou primeiramente esse disco dessa forma mais minimalista quando ouviu minhas demos em que eu gravava tudo no meu home estúdio e disse: ‘Liah! Tá aí! Isso já é muito bom, vamos pegar essa base que você faz e incrementar com poucos elementos”, lembra.

Ela ressalta que o trabalho foi feito em meio ao momento mais crítico da pandemia “acabou sendo um disco solitário e ao mesmo tempo com parcerias, cada um gravava do seu canto e as possibilidades para esse encontro a distância se tornaram infinitas. Zeca é um presente do astral e se tornou um querido amigo e parceiro”, define.

Embora ainda esteja imersa nas finalizações do último álbum, a cantora já se prepara para novos projetos. “Ainda no final de setembro, dia 24 para ser mais específica, lanço uma releitura de um clássico da MPB com o próprio autor, o Flávio Venturini. E em novembro, ainda sem data definida, temos o tão esperado lançamento da minha canção ‘A cor do amor’ num dueto com o rei Roberto Carlos”, adianta.

Ela conta ainda estar ansiosa por voltar aos palcos. “A saudade do público paraense é gigante, mas já estou me preparando para voltar aos palcos e encontrar esse público conterrâneo tão amoroso”, promete.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA