Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Arthur Espíndola lança música com Dudu Nobre

A faixa autoral 'Chova tudo o que tem que chover' vem acompanhada de videoclipe.

Enize Vidigal

Uma chuva de alegria no passinho do samba. “Chova tudo o que tem que chover” é o novo single do paraense Arthur Espíndola gravado em dueto com Dudu Nobre. A música chega às plataformas digitais nesta sexta-feira, 11, com direito a videoclipe dos artistas cantando de forma contagiante e descontraída no estúdio de gravação, em São Paulo, em 2019. O vídeo estará disponível nos canais dos dois artistas no Youtube, a partir das 12 horas.

“Chova tudo o que tem que chover” é o primeiro registro fonográfico de Arthur junto com Dudu Nobre, apesar da parceria dos sambistas paraense e carioca não ser novidade. Dudu é padrinho de samba de Espíndola, com quem se apresentou junto em São Paulo, Rio de Janeiro, Belém e Portugal, além de levá-lo a programas de televisão, como “Encontro com Fátima Bernardes” e “Música Boa”, da cantora Iza, no Multishow.

O samba leve e animado composto por Arthur Espíndola tem a cara de Belém. A letra compara a relação conjugal com o clima da cidade, que oscila entre a chuva forte e o sol de “rachar”: “A vida de casado é assim, quando um tá com raiva, o lance é não revidar, mas respirar fundo e deixar a tensão passar, tem horas de chuva e horas de sol”, explica.

O videoclipe transmite a alegria da música e confirma o entrosamento entre os artistas no estúdio. “O Arthur sempre me chama para cantar junto com ele, é sempre um prazer muito grande. A música é bem legal e fiquei feliz com o resultado”, afirma Dudu.

A faixa teve a produção musical Ricardo Gama, que também assumiu os teclados, e a direção artística de Talita Zioli, do selo Sonora Digital. A música também conta com Júlio Fejuca (cavaquinho, violão, contrabaixo e banjo), Jacques Batera (bateria) e Alê Culin e Dennys Silva (percussão). A direção do clipe é de André Longuin.

Padrinhão

“Essa é a primeira música que a gente lança junto. A expectativa é que após ‘Chova tudo o que tem pra chover’ venham outros lançamentos”, diz Arthur ao apontar Dudu como um “padrinhão”. “Quando a gente vê um jovem cantando música de qualidade e fazendo samba, a gente tem que apoiar”, confirma o autor da música de abertura da série “A Grande Família”, da Globo.

“O samba, de forma geral, é cantado no mundo inteiro, mas com sotaques diferentes em cada lugar. E, em Belém, é bem legal. Tenho muitos amigos aí”, destaca Dudu, que frequenta os municípios paraenses desde a época em que tocava na banda de Zeca Pagodinho, nos anos 90, e continuou fazendo shows por aqui em carreira solo a ponto de se apaixonar pela gastronomia local, especialmente os peixes e o cupuaçu. “Gosto mundo dessa cidade. Sempre sou muito bem recebido”.

Álbum

Essa é a quarta faixa do próximo álbum de Arthur Espíndola, “O samba que eu tenho pra dar”, gravado em 2019, mas que teve o lançamento adiado por conta da pandemia. O cantor optou por lançar as músicas aos poucos. Já foram apresentadas ao público as canções “O Amor que eu sempre quis”, “Falta de nós” e "Pra Parar de Sofrer", sendo a última gravada em dueto com Péricles. Todas são acompanhadas de videoclipe disponíveis no Youtube. Arthur planeja lançar as seis faixas restantes do disco até o final do ano. “Em janeiro, começo a gravar o disco novo”, conta.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA