Caso Kate Torres: Desirrê era stripper e Letícia prostituta nos EUA a mando de Kat, diz testemunha

O depoimento da testemunha traz relatos de vários momentos vividos por Desirrê e Letícia Maia após irem encontrar com Kat a Luz na America do Norte.

Maiza Santos

Mais informações sobre o caso das jovens brasileiras que sumiram nos Estados Unidos após se envolverem com a modelo e guru Kat Torres, também conhecida como Kat a Luz, estão vindo à tona. De acordo com o depoimento de uma testemunha que não teve a identidade revelada, Desirrê Freitas estaria trabalhando com stripper, enquanto Letícia Maia se prostituía. Entenda.

VEJA MAIS

image Caso Kate A Luz, Letícia e Desirré: saiba quem é a paraense envolvida em ‘sumiço’ de brasileiras
Katiuscia Torres Soares morava no bairro da Pratinha e saiu de Belém para trabalhar como modelo nos Estados Unidos. Em 2013, foi chegou a ser apontada como affair do ator Leonardo DiCaprio

image Kat Torres: vítimas relatam como a paraense atuava: ex de volta, banhos para riqueza e prostituição
Autodenominada “bruxa”, Kat Torres atuava como uma espécie de guru de uma seita que prometia várias coisas as vítimas

Segundo o jornal O Tempo, que teve acesso a um dos depoimentos do caso, a testemunha que contou detalhes sobre a vida das brasileiras nos EUA também é uma vítima do aliciamento de Kate. A testemunha relatou que foi rejeitada como garota de programa depois de conseguir “só US$ 150” (cerca de R$ 780)  no primeiro dia de trabalho. Ao entregar o valor para a guru, ela achou insuficiente e não a designou mais para a função.

A vítima diz que Kat a mandou fazer outras tarefas, como ser responsável por afazeres domésticos, motorista e ir às instituições financeiras americanas. A mulher declarou que, a partir de 21 de abril deste ano, ela ficou encarregada de levar Desirré a um Strip Club de Austin. Era nesse lugar que a jovem brasileira trabalhava todos os dias da semana, de 9h30 até 0h. 

VEJA MAIS 

image Kat Torres: Polícia descarta desaparecimento de jovem e apura denúncia de abuso sexual
Letícia Maia Alvarenga, de 21 anos, afirmou ter escapado de um cativeiro nos Estados Unidos e chegou a acusar a modelo Yasmin Brunet, que prestou queixa por calúnia, difamação e ameaça

image Kat Torres: brasileiras vão aos EUA trabalhar com influencer paraense e famílias falam de tráfico
Para amigos e familiares, Letícia Maia Alvarenga e Desirrê Freitas podem ter sido vítimas de seita, rede de prostituição ou tráfico humano

De acordo com a mulher, ela também era responsável por recolher o dinheiro que Desirré ganhava como gorjeta na boate e depositava o valor na conta de uma pessoa identificada como Zachary, marido de Kat. A testemunha disse que ouviu influenver e guru dizer que Letícia Maia 'estava no Brasil sendo punida pela voz, obrigada a se prostituir aqui por baixos valores'.

Deportação

Desirrê Freitas e Letícia Maia foram presas em outubro, no estado de Maine, próximo à fronteira dos Estados Unidos com o Canadá, por não terem documentos para permanecer no país. Cerca de 28 dias depois, foram levadas a uma prisão para imigrantes na Georgia. Desirrê e Letícia participaram de audiência essa semana e ganharam direito à “deportação voluntária”.

image Kat Torres, Letícia e Desirré são presas nos EUA; Yasmin Brunet comenta
As influencers foram detidas no estado americano do Maine, que faz fronteira com o Canadá

Esse ‘benefício’ é concedido, em alguns casos, quando o imigrante abre mão do julgamento e arca com os custos da viagem de volta ao país de origem. As custas do voo devem ser pagas pelas famílias dela. Ainda não há data definida para o retorno de ambas.

image Kat Torres: nova jovem diz ter sido vítima da modelo e relata perseguição na web
Uma jovem, identificada como Paula Karolina, diz que foi induzida a vender tudo e ir para o Rio de Janeiro para trabalhar com a modelo Kate Torres

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão da editora Web de OLiberal.com, Ana Matos)

 

Celebridades
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA