Cantor e compositor cubano Pablo Milanés morre aos 79 anos

A confirmação da morte foi anunciada pela assessoria do músico, em um comunicado no Facebook

Paula Figueiredo

O lendário cantor e compositor cubano Pablo Milanés morreu na madrugada desta terça-feira (22), em Madri, na Espanha, aos 79 anos. Conhecido por ser um dos fundadores e maiores expoentes da Nueva Trova Cubana, Pablo estava internado na capital espanhola desde o dia 12 de novembro e sofria, entre outras doenças, de um problema renal que o forçou a fazer um transplante de rim em 2014. 

"É com grande dor e tristeza que lamentamos informar que o mestre Pablo Milanés faleceu nesta madrugada de 22 de novembro em Madrid. Agradecemos profundamente todo carinho e apoio, a todos os seus familiares e amigos, nestes momentos tão difíceis. Que descanse no amor e na paz que sempre transmitiu. Permanecerá eternamente na nossa memória”, informou a página oficial do artista no Facebook.

Comunicado ofical da assessoria de Pablo Milanés. (Foto: Reprodução / Facebook)

Trajetória artística

Nascido em Bayamo em fevereiro de 1943, Milanés mudou-se para Havana com seus pais ainda criança, onde passou a estudar música e adquirir influências do gênero tradicional cubano. Sua ascensão começou na década de 60, quando compôs músicas como "Tú, mi desengaño" e Mis Veintidós Años". Entre seus sucessos, se destacam "Yolanda", "El Breve Espacio Que No Estás" e "El Amor De Mi Vida"

O cubano tinha vários amigos brasileiros, entre eles Chico Buarque e Milton Nascimento, com quem deixou gravações. 

Chico Buarque, Pablo Milanés e Milton Nascimento. (Foto: Reprodução)

 

 

Relembre o sucesso "Yolanda"

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão da coordenadora de OLiberal.com, Heloá Canali)

Palavras-chave

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA