Rodolfo Marques

Rodolfo Silva Marques é professor de Graduação (UNAMA e FEAPA) e de Pós-Graduação Lato Sensu (UNAMA), doutor em Ciência Política (UFRGS), mestre em Ciência Política (UFPA), MBA em Marketing (FGV) e servidor público.

Eleições 2020: começa a propaganda nas mídias tradicionais e candidatos buscam conexão com o eleitor

Rodolfo Marques

A campanha eleitoral para o pleito municipal de 2020 teve mais um impulso importante nessa sexta-feira (09.10.2020), com o início do horário eleitoral gratuito nas chamadas mídias tradicionais – o rádio e na televisão. A campanha já havia iniciado em 27 de setembro, basicamente pelas plataformas digitais e com contatos pessoais mais controlados pela impossibilidade de aglomerações.

Com todas as características de atipicidade – e até mesmo de “originalidade” –, as eleições deste ano apresentam mudanças não só em relação os “palanques”, como reforçam a necessidade de uma comunicação mais assertiva para com os eleitores.
 
Em um período mais curto para visibilidade de nomes, números e projetos, a presença digital dos candidatos tende a fazer grande diferença, em especial para quem já trabalhava nos canais da Internet antes da pandemia e/ou do início das movimentações eleitorais deste ano. O grande desafio dos políticos e dos profissionais de marketing eleitoral é, pois, criar mecanismos que possibilizem uma mais rápida e efetiva conexão com os eleitores. 

Outra variável a ser observada durante as eleições deste ano é em relação ao interesse do eleitor pela política. Em 2018, a eleição foi muito polarizada, com pautas ideológicas mobilizando boa parte dos brasileiros. Em 2020, com a demandas locais e a discussão dentro das cidades, o eleitor pode buscar mais informações para fazer suas escolhas, embora o voto mais personificado em determinados políticos seja muito característico dos pleitos municipais. 

Assim, com uma campanha rápida e sob as orientações para o distanciamento social em virtude do prolongamento da pandemia de Covid-19, as eleições 2020 tendem a ser lembradas como um processo eleitoral em que as plataformas digitais foram essenciais na comunicação dos candidatos e nas quais os detalhes foram decisivos para a captura da atenção – e do voto – do eleitor. 

Rodolfo Marques
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!