Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

MAIS LIBERAL

Sob coordenação do Departamento de Marketing do Grupo Liberal, aborda os temas relacionados à economia, negócios, tecnologia, comportamento e áreas afins. Publicação aos domingos, terças e quintas. A coluna recebe sugestões pelo e-mail maisliberal@oliberal.com.br.

Papo Liberal com Luizinho Neto, diretor da Midas Macedo Aço e Ferro

Mais Liberal
 Luizinho Macedo Neto, diretor da Midas Macedo Aço e Ferro (Arquivo Pessoal)

A Mais Liberal conversou com Luizinho Macedo Neto, diretor da Midas Macedo Aço e Ferro, sobre os desafios enfrentados pelo segmento e perspectivas para os próximos meses. 

O cenário mundial, com a pandemia de Covid-19, afetou quase todos os setores da economia. Quais foram os impactos para o segmento de aço e ferro?

O principal  impacto sofrido pelo nosso setor foi a redução de matéria-prima. Inicialmente, pela capacidade de produção e pela forte demanda que tivemos de estoques, tanto de revendedores como das indústrias, que não conseguiram repor nem atender a grande procura, gerando uma escassez de material para os clientes no mundo todo.

Com a falta global de material, qual o panorama do cenário atual?

Vários fornos de usinas foram desligados no País. Quando um forno é religado demora cerca de 90 dias para regularizar a produção. Com a alta do dólar e a demanda forte em nível mundial, os produtores nacionais optaram por priorizar as exportações, gerando uma enorme escassez desse material pra gente e um aumento dos preços. Com isso, no segundo semestre de 2020, tivemos que reajustar os nossos valores. Agora em 2021, já passamos por dois reajustes e, pelo atual cenário, passaremos por mais um nos próximos meses.

Quais foram as estratégias adotadas para enfrentar este período?

Trabalhar com cautela foi essencial, pois nunca vivemos um período como o de agora. Também repusemos o estoque com materiais de alto giro.

Em meio à pandemia, vocês inauguraram uma filial em Macapá (AP). Como você avalia os desafios para empreender no Brasil?

Desafiador, pois nunca sabemos o que vai acontecer com o mercado. Nossa segunda unidade estava prevista para inaugurar em abril de 2020. Mas, com a pandemia, abrimos a loja somente no segundo semestre. Cada dia é um aprendizado diferente.

O que esperar para os próximos meses? Há projetos de expansão, novidades?

Além da produção de telhas sob medida trapezoidal, ondulada e termoacústica, a Midas Macedo é a única empresa de ferro e aço na região Metropolitana de Belém a produzir perfis sob medida de seis metros. No segundo semestre, lançaremos mais produtos, garantindo competitividade no mercado, sempre pensando no melhor para o nosso cliente, com preço atraente e produto de qualidade.

Que mensagem você deixa para outros empreendedores neste momento de retomada, após um ano desafiador?

Precisamos nos reinventar diariamente. É importante compreender que o nosso cliente precisa ser atendido com qualidade e preço justo. Os desafios sempre existirão, independente da pandemia. Precisamos estar sempre atentos às mudanças do mercado.

NOTAS:

Varejo e tecnologia

Pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira do Varejo e Consumo (SBVC) indica que, em 2021, o crescimento de varejistas que apostam na transformação digital dentro das empresas foi de 21%. O estudo foi feito entre fevereiro e março deste ano com os maiores players do mercado, de dez segmentos diferentes, indo de moda e foodservice até lojas de departamento e de materiais de construção.

Varejo e tecnologia II

As companhias analisadas têm faturamentos diversos, ultrapassando os R$ 100 milhões. Cerca de 90% delas trabalham com o e-commerce. Entre 2010 e 2015, a porcentagem das que contavam com o serviço era de apenas 26%. Já de 2015 para 2020, o número subiu para 53%.

Continue Vendendo

Estácio e Unama são as primeiras instituições a se unirem ao Grupo Liberal no projeto que vai ajudar a divulgar produtos e serviços de pequenos comerciantes paraenses. Os alunos dos cursos de Publicidade & Propaganda dos dois centros de Ensino Superior irão auxiliar os microempresários locais na criação e execução de peças publicitárias a serem divulgadas em O LIBERAL, Amazônia e OLiberal.com.

Círio Solidário

É a iniciativa apoiada pela Assembléia Paraense, em parceria com a Diretoria da Festa de Nazaré, para ajudar famílias necessitadas, por meio da venda de kits contendo os salgados preparados na cozinha do Clube. Os pedidos podem ser feitos pelos sócios, no site Assembléia, até às 16h do dia anterior à entrega. É possível escolher entre dois kits, com quibes, unhas de caranguejo, coxinhas e bolinhos de bacalhau.

Globo Tracking BBB21

É o nome da ferramenta de monitoramento inédita criada pela Globo. Tem o objetivo de ajudar os anunciantes a acompanhar os resultados das suas participações, balizando a influência de cada formato de conteúdo e do próprio reality a partir de como as pessoas percebem e reagem às marcas. Mostra, por exemplo, o que o espectador achou da ação realizada no BBB21 no dia anterior, além de outros dados como intenção de compra.

WWF licencia 

A World Wild Fund, uma das principais entidades de defesa do meio ambiente no mundo, irá permitir o licenciamento de sua marca no Brasil para produtos sustentáveis, duráveis e com viés educativo. O icônico panda vai estampar produtos com a intenção de conscientizar as pessoas sobre os problemas ecológicos. Os primeiros itens terão foco nos segmentos de educação, cama, banho, gift e cuidados pessoais.

Mais Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS LIBERAL

(